Pacientes afirmam que profissional havia se revoltado por falta de itens para realizar atendimento no local; confusão atrasou em pelo menos 30 minutos o atendimento na Unidade de Saúde de Jardim América, em Cariacica

Mais calmo, médico afirmou que irá ressarcir a Unidade de Saúde de Jardim América
Reprodução/ESTV
Mais calmo, médico afirmou que irá ressarcir a Unidade de Saúde de Jardim América

Quem foi à Unidade de Saúde de Jardim América, em Cariacica, no Espírito Santo, na manhã desta terça-feira (15), ficou sem atendimento por 30 minutos depois que um médico perdeu o controle e começou a jogar gavetas com documentos no chão e derrubar prateleiras e armários nas instalações do posto.

Leia também: Motociclista filma momento em que é assaltado e baleado no Rio de Janeiro

A cena foi gravada por um paciente que aguardava por atendimento no local. As imagens mostram o médico Aurédio José do Couto revoltado, quebrando tudo e deixando prontuários médicos e outros documentos espalhados pelo chão.

O operador de máquina Juscelino Boecker, de 39 anos, que presenciou a situação, afirmou que seu atendimento, marcado para 7h30, demorou mais de uma hora para acontecer.

“Ele [médico] chegou agitado aqui de manhã e logo começou a reclamar com os colegas que não tinha sala para ele trabalhar, para atender os pacientes. Foi lá para dentro, quebrou cadeiras e lixeiras em uma sala e depois veio aqui para o corredor, entrou na recepção e quebrou tudo. Ele ficou revoltado com a falta de condições de trabalho, jogou tudo no chão, quebrou gaveta, uma confusão”, afirmou o paciente ao Gazeta Online .

Assista ao vídeo e veja como ficou a Unidade de Saúde. O ocorrido aconteceu próximo ao guichê de atendimento, onde as pessoas marcam consultas.


Leia também: Mulher é hostilizada ao tentar pagar restaurante usando nota com 'Lula Livre'

Falta de ítens básicos para atendimento

De acordo com alguns pacientes, o que havia deixado o médico irritado foi a falta de alguns objetos para realizar atendimento no local.

O episódio fez com que o subsecretário administrativo de Saúde de Cariacica, Jocemir Joaquim da Silva, fosse ao posto para verificar o problema e conversar com o profissional que atirou os objetos no chão.

Segundo ele, Couto trabalha na unidade há mais de 20 anos e não será preso, nem afastado. Depois do ocorrido, o médico, mais calmo, afirmou que iria à prefeitura e pagaria pelos danos cometidos.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde declarou que a unidade Jardim América passa por uma reforma para receber um centro de reabilitação. “Por conta disso, o médico foi orientado a realizar o atendimento em uma sala diferente da que ele costuma usar. Com isso, o médico ficou um pouco nervoso e quebrou quatro cadeiras plásticas e duas gavetas do armário. O atendimento foi normalizado ainda na manhã desta terça-feira”, diz o texto.

Leia também: Padre é condenado a 33 anos de prisão por estupro de crianças em SC

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.