Tamanho do texto

Policiais levaram jovem que seria o dono da arma para prestar depoimento; antes de ser detido, ele foi agredido por moradores do morro do Cantagalo

O adolescente de 17 anos suspeito de ter emprestado a arma que matou Marlon de Andrade, de 10 anos, foi apreendido na noite deste sábado (24). De acordo com informações da GloboNews , ele foi agredido por moradores antes de ser detido por policiais da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Pavão Pavãozinho e da 13ª DP, de Copacabana, no Rio de Janeiro. De acordo com a investigação, Marlon foi vítima de um disparo acidental.

Leia também: Câmara lança Observatório da intervenção federal no Rio de Janeiro

Ele foi atingido com uma bala na cabeça enquanto crianças brincavam com a arma no morro do Cantagalo, em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo o Extra, o garoto chegou a ser levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, também na Zona Sul, mas morreu na unidade.

De acordo com a Polícia do Rio, o garoto de dez anos foi vítima de um disparo acidental
Reprodução/PMERJ
De acordo com a Polícia do Rio, o garoto de dez anos foi vítima de um disparo acidental

Leia também: Maior traficante de armas dos EUA para o Brasil é preso em Miami

Depois de ser apreendido, o jovem que teria emprestado a arma prestou depoimento e também foi levado ao Hospital Miguel Couto para tratar os ferimentos.

Suspeito de ter envolvimento com o tráfico, ele será levado para para a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente assim que receber alta. Segundo a UPP, não houve confrontos entre policiais e criminosos da região no sábado. 

Violência no Rio

Em menos de 24 horas, outras 6 pessoas morreram e outras 8 ficaram feridas no Rio de Janeiro e na região metropolitana. Em Vicente de Carvalho e no Complexo do Chapadão, dois criminosos morreram durante troca de tiros com a PM. Em Bangu, dois jovens foram mortos por colegas de uma unidade do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase). O órgão não revelou detalhes do ocorrido.

Leia também: Lava Jato garantiu bloqueio de US$ 44 milhões no exterior em 2018

Em Cascadura, um tiroteio em um bar deixou dois mortos e cinco feridos. Segundo testemunhas, o ataque foi realizado por milicianos. Na comunidade do Chapéu Mangueira, uma mulher ficou ferida após um disparo.

Na região metropolitana do Rio de Janeiro, dois policiais foram baleados enquanto estavam de folga. Um deles, baleado no braço e no abdômen após uma tentativa de roubo em Belford Roxo, passou por cirurgia e não corre risco de morte. O outro, baleado no abdômen e no pescoço após tentativa de roubo em Mesquita, permanece em estado grave.