A esposa de um dos homens disse à polícia que ele confessou. Enterradas meninas comoveu os parentes, que pediram por justiça.

Dois suspeitos de terem matado as duas meninas encontradas na Zona Leste, em São Paulo, foram presos nesta sexta-feira (20). De acordo com a Polícia Civil, Marcelo de Souza e Everaldo Santos foram presos após a esposa de um deles ter dito que eles foram os responsáveis.

Corpos de crianças desaparecidas foram encontrados no último dia 12. Elas eram vizinhas dos suspeitos.
Reprodução/TV Globo
Corpos de crianças desaparecidas foram encontrados no último dia 12. Elas eram vizinhas dos suspeitos.

Adrielli Mel Porto, a Mel, de 3 anos e 8 meses, e de Beatriz Moreira dos Santos, a Bia, de 3 anos e 11 meses, foram velados e enterrados também nesta sexta no Cemitério da Saudade, na capital paulista. Elas desapareceram no dia 24 de setembro e os corpos das meninas foram encontrados dentro de um furgão  no dia 12 de outubro.

Ambos os supeitos eram moradores do bairro São Miguel Paulista, na Zona Leste de São Paulo, o mesmo onde as meninas viviam e foram encontradas. Elas teriam sido mortas por asfixia e em seguida estupradas. Os acusados teriam então deixado os corpos no veículo. Elas já estavam em estado de putrefação quando foram localizadas.

No domingo (15), os dois suspeitos chegaram a ser torturados por moradores da região, que suspeitavam do envolvimento deles no crime. Na ocasião, eles foram liberados pela polícia e negaram participação no caso. Mas a esposa de Marcelo procurou a polícia na noite dessa quinta-feira, pedindo proteção aos dois e acabou revelando que o marido confessou o crime. Depois de presos, Marcelo confirmou a versão, porém Everaldo não.

A Polícia Civil não apresentou nenhum laudo que comprove que os dois tenham cometido o crime, além das confissões.Agora, ela aguarda o resultado de exames de digitais que confirmem a presença dos dois na van.

Marcelo já tinha histórico policial de atentado ao pudor e já tinha comprido pena de seis anos por estuprar uma menina de sete anos.

Veja também: Passa de 100 o número de presos em megaoperação contra pedofilia em todo o País

Enterro

Os corpos duas meninas foram enterrados durante a tarde desta sexta-feira (20) no Cemitério da Saudade também em São Miguel Paulista.

Durante o cortejo, os familiares receberam a notícia de que dois homens foram presos por envolvimento nas mortes e houve comoção entre os presentes, com gritos e choro. Os parentes pediram por justiça.

O pai de Beatriz Moreira dos Santos está preso e deixou a prisão para acompanhar à distância toda a cerimônia. Ele acompanhou o cortejo de dentro de uma viatura.

Leia também: Tiroteio em escola deixa dois alunos mortos e ao menos quatro feridos em Goiânia

*com informações da TV Globo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.