Governo poderá pagar R$ 50 mil por evidências no caso de crianças mortas em SP

Corpos foram encontrados por moradores da Favela Jardim Lapena, em São Miguel; suspeita de que sejam de duas meninas que estavam desaparecidas
Foto: shutterstock
Para fazer a denúncia sobre caso de crianças mortas em SP, basta entrar no site WebDenúncias; sigilo é garantido

Quem oferecer informações sobre os eventuais envolvidos no episódio que resultou na  morte de duas crianças na Zona Leste de São Paulo poderá receber até R$ 50 mil do governo de São Paulo. A determinação foi feita pelo secretário da Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho.

O crime aconteceu na quarta-feira (12), quando os corpos foram encontrados dentro de uma Fiorino branca dentro de uma comunidade. A polícia ainda está investigando se as vítimas seriam duas meninas que desapareceram em setembro, na mesma região. Os restos mortais das crianças , que estão em estágio avançado de decomposição, foram encaminhados ao Instituto Médico-Legal (IML) e irão passar por exame de DNA. Os resultados só devem sair na semana que vem.

Para denunciar é preciso acessar o WebDenúncia , site mantido pelo Instituto São Paulo Contra a Violência em parceria com o governo do estado, e seguir as instruções do site. Não é necessário nenhum tipo de cadastro ou identificação pessoal. O sistema foi elaborado justamente para garantir que o anonimato seja mantido. É possível acompanhar o andamento da denúncia a partir de um protocolo gerado pelo site.

Leia também: Luiz Fux concede liminar que impede extradição de Cesare Battisti

É preciso que esse acompanhamento seja feito para que a pessoa saiba se irá receber ou não a recompensa. Caso o denunciante seja contemplado com o dinheiro, o site irá informar um número de cartão bancário virtual, que servirá para fazer o resgate do valor. O saque pode ser feito integralmente ou em parcelas em qualquer caixa eletrônico do Banco do Brasil.

A quantia a ser paga será analisada pelo secretário, que irá verificar qual o grau de eficiência da informação dada e fixará um valor a ser pago, respeitando o limite de até R$ 50 mil .

Caso

Os restos mortais foram encontrados na Rua do Call, localizada na Favela Jardim Lapena, em São Miguel. Na data, em que também é celebrado o Dia das Crianças, a comunidade decidiu fechar algumas ruas para que as crianças da comunidade pudessem brincar.

Porém, o cheiro forte que vinha de um terreno começou a incomodar os moradores. Um deles chegou a pular o portão improvisado que protegia o local para identificar de onde vinha o odor. Ao abrir o automóvel, que era roubado e depois foi encaminhado para perícia, foi possível encontrar os corpos.

A suspeita é de que um dos corpos seja de Adrielly Mel Severo Porto, que estava prestes a completar 4 anos. Seus pais entraram em choque ao chegarem ao local, que era bem próximo a residência do casal e do local que as crianças desaparecerem em setembro. 

A segunda vítima foi identificada apenas como Beatriz e sumiu junto de Adrielly. A mãe de Adrielly afirma ser sua filha, já que reconheceu a vestimenta em um dos corpos encontrados no interior do automóvel.

O caso será registrado no 63º Distrito Policial, na Vila Jacuí e não há informações sobre  suspeitos do crime.

Leia também: Tiroteios em frente a parques de diversões assustam famílias no Dia das Crianças

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2017-10-13/criancas-morte-favela-sao-paulo.html