Ministro da Saúde anunciou repasses durante visita nesta tarde a unidades em Belo Horizonte, Janaúba e Montes Claros; 23 pessoas seguem internadas

Ministro da Saúde, Ricardo barros visita hospitais em Janaúba e Montes Claros
Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Ministro da Saúde, Ricardo barros visita hospitais em Janaúba e Montes Claros

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, visitou nesta quinta-feira (12) os hospitais de Janaúba e Montes Claros, em Minas Gerais, que receberam vítimas da tragédia na creche Gente Inocente . A pasta anunciou que as unidades que prestaram assistência às vítimas do incêndio criminoso que provocou a morte de 11 pessoas, das quais nove eram crianças, receberão aporte de R$ 5 milhões do governo federal.

De acordo com Barros, o município de Janaúba receberá R$ 1 milhão para reembolso de gastos da prefeitura com a tragédia. O Hospital Pronto Socorro João XXIII, unidade referência no tratamento de queimados em Belo Horizonte, que atende feridos no incêndio, receberá R$ 2 milhões. A Santa Casa de Montes Claros, que também recebe vítimas da tragédia, receberá o mesmo valor para compra de equipamentos, medicamentos e outros insumos usados no tratamento a queimados.

Durante a visita, o ministro se reuniu com autoridades locais para definir as condições do repasse de recursos. “Me solidarizo com as vítimas e familiares, exaltando a professora Helley e liberando recursos para Janaúba e para os hospitais que atenderam o maior número de vítimas. Temos ainda muito trabalho e seremos parceiros no atendimento a todos”, afirmou Barros, conforme reportado pelo Portal da Saúde. 

O governo federal já havia anunciado, na terça-feira (10), que haveria repasses de R$ 8,7 milhões para ações de apoio à tragédia ocorrida na creche Gente Inocente. Ao todo, serão R$ 3,7 milhões destinados à construção de duas creches e conclusão de uma quadra esportiva, além dos R$ 5 milhões destinados à área de saúde.

Leia também: Temer pede a ministros que auxiliem os afetados pelo ataque à creche em Janaúba

Vítimas e reconstrução de creche

De acordo com o Ministério da Saúde, ainda há 13 vítimas do incêndio em Janaúba internadas em três hospitais de Belo Horizonte, e outras 10 pessoas estão internadas na Santa Casa de Montes Claros. 

O prefeito de Janaúba, Carlos Isaildon Mendes (PSDB), garantiu nesta semana que a creche municipal Gente Inocente será reconstruída ainda neste ano com a ajuda de empresários da região e da Fundação Abrinq.

A tragédia de Janaúba ocorreu na manhã da última quinta-feira (5) , quando o vigia da creche Gente Inocente, Damião Soares dos Santos, de 50 anos, ateou fogo em crianças e nele mesmo. A professora Heley tentou impedi-lo fisicamente e também ajudou no resgate de crianças. Ela morreu com 90% do corpo queimado e recebeu, por seu ato de heroísmo, a Ordem Nacional do Mérito .

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.