Sede de transportadora em Sumaré foi consumida pelas chamas durante a madrugada; incêndio foi controlado, mas material plástico alimenta focos


Um incêndio de grandes proporções destruiu as instalações da empresa Apoio, Logística e Serviços, que mantém um conjunto de galpões na cidade de Sumaré, na região de Campinas, a 120 quilômetros de São Paulo. Não há informações sobre pessoas feridas no local.

Leia também: Dada como morta em tragédia em Janaúba, menina de 4 anos de idade está viva

incêndio foi percebido por volta de 3h15 desta sexta-feira (6) e foi controlado somente no fim dessa manhã. Ainda assim, a existência de material plástico no local faz com que ainda haja focos isolados de chamas no local – situação que deve permanecer neste início de tarde, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

De acordo com relato dos brigadistas da empresa, o fogo se espalhou rapidamente, pois o local abriga grande quantidade de produtos inflamáveis. O combate às chamas foi realizado inicialmente pelo destacamento dos bombeiros de Sumaré, mas outras unidades de quartéis da região foram convocadas para reforçar a operação. Brigadistas de empresas vizinhas também auxiliaram tanto no combate ao fogo como em ações preventivas para que o incêndio não se propagasse.

Fogo destrói empresa de logística no interior de São Paulo
Reprodução/Twitter - @Eliseuc
Fogo destrói empresa de logística no interior de São Paulo

Leia também: Recibos entregues pela defesa de Lula são "ideologicamente falsos", afirma MPF

Máquinas movidas a gás e plástico dificultam combate às chamas

No início da manhã, o galpão onde o fogo surgiu, que armazenava polietileno, já estava completamente destruído e os bombeiros trabalhavam na contenção das chamas no depósito ao lado. Há grande quantidade de empilhadeiras movidas a gás de cozinha nos galpões e os bombeiros consideram que eles são a razão das explosões que foram ouvidas repetidamente durante a manhã.

O calor e a fumaça provocaram apreensão na vizinhança, pois a empresa fica sediada ao lado de um bairro residencial. Um posto de combustíveis próximo foi interditado. O trânsito na avenida Fuad Maluf, onde fica a empresa, chegou a ser interrompido por causa de fumaça preta e densa advinda do incêndio.

Leia também: PF cumpre 21 mandados de prisão contra suspeitos de fraudar merenda no Rio

*Com informações e reportagem da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.