Acidente no trecho de serra da Rodovia Oswaldo Cruz deixou vários feridos entre os cerca de 30 passageiros do veículo na manhã desta sexta-feira (15)

Acidente com micro-ônibus em Ubatuba ocorreu na serra da Rodovia Oswaldo Cruz na manhã desta sexta-feira
Divulgação/Corpo de Bombeiros
Acidente com micro-ônibus em Ubatuba ocorreu na serra da Rodovia Oswaldo Cruz na manhã desta sexta-feira

Ao menos três pessoas morreram e várias ficaram feridas após um micro-ônibus que transportava cerca de 30 pessoas cair numa ribanceira na manhã desta sexta-feira (15) em Ubatuba, no litoral norte de São Paulo. O acidente ocorreu por volta das 7h30 desta manhã no trecho de serra da Rodovia Oswaldo Cruz, na altura do quilômetro 82. Inicialmente, o Corpo de Bombeiros havia informado o total de quatro mortes, mas o número posteriormente foi revisado.

Leia também: Joesley Batista é transferido de Brasília para São Paulo em avião da PF

Ainda de acordo com os Bombeiros, que realizam os trabalhos de resgate com quatro equipes, duas mulheres e um homem morreram no acidente e três pessoas se encontram em estado grave. Entre os feridos, 12 são crianças.

De acordo com a Prefeitura de Ubatuba , o veículo seguia para a praia da Lagoinha, na região sul do município, quando perdeu o freio e capotou para fora da estrada. A secretaria municipal de Saúde informou que todas as vítimas estão sendo encaminhadas para a Santa Casa de Ubatuba.

Mais cedo, a prefeitura da cidade afirmou ainda que quatro pessoas estão pessoas desaparecidas. "Provavelmente podem estar nas ferragens", diz nota divulgada pela prefeitura de Ubatuba.

O micro-ônibus envolvido no acidente havia partido viagem da cidade de Limeira, no interior paulista. O grupo de passageiros pretendia aproveitar o feriado municipal de aniversário de Limeira que acontece neste dia 15 de setembro.

De acordo com a prefeitura de Ubatuba, foi montada uma força-tarefa com servidores das secretarias municipais de Saúde, Cidadania e Desenvolvimento Social, de Segurança Pública e Defesa Social, além da Defesa Civil, da Guarda Municipal e da Coordenadoria de Trânsito para prestarem o atendimento às vítimas e familiares.

Leia também: Avião da PF que levou Joesley a São Paulo deve dar carona a Cunha para Brasília

Mais informações a qualquer momento

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.