Tamanho do texto

Lucas Junqueira estava fazendo uma especialização em Bogotá e foi internado no último dia 10 após passar mal durante aula na universidade

Lucas Junqueira estava em intercâmbio para uma especialização na Colômbia quando passou mal e foi internado em Bogotá
Arquivo pessoal
Lucas Junqueira estava em intercâmbio para uma especialização na Colômbia quando passou mal e foi internado em Bogotá

O estudante brasileiro Lucas Tadeu Assumpção Junqueira, que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) na Colômbia, voltou ao Brasil. O jovem e seu irmão, Matheus Jeronimo Assumpção Junqueira, desembarcaram no Aeroporto de Guarulhos por volta das 23h de quarta-feira (30) e reencontraram a família em Tupã, no interior de São Paulo, às 14h desta quinta-feira (31).

O estudante de 27 anos foi internado em uma clínica particular em Bogotá , no último dia 10, quando passou mal durante uma aula na Universidade Nacional da Colômbia . Segundo Matheus, que viajou para o país vizinho a fim de acompanhar o irmão, a viagem de volta foi tranquila. “A gente estava apreensivo, mas foi bem melhor do que eu esperava que fosse”, afirmou.

A família do rapaz chegou a fazer uma campanha para trazer Lucas de volta ao Brasil e pagar as dívidas com o hospital. De acordo com Matheus, o valor arrecadado foi suficiente para arcar com as despesas e a universidade em Bogotá se prontificou a ajudar. “Eles estão pensando em incluir o Lucas em um seguro estudantil, porém eles não têm certeza se irão conseguir. Caso não inclua, eles vão ajudar a pagar a fatura do hospital [que ultrapassa os R$ 20 mil]”.

Em solo brasileiro, Lucas deve continuar a investigar a causa do AVC e fazer sessões de fisioterapia para recuperar os movimentos do lado esquerdo do corpo.

Relembre o caso

Estudante de Geografia da Universidade de São Paulo (USP), Lucas havia trancado o curso no Brasil para fazer uma especialização de seis meses na Universidade Nacional da Colômbia. Com apenas duas semanas no país, o estudante passou mal e teve que ser internado em uma clínica particular em Bogotá.

Em entrevista ao iG , Lucas contou que chegou a pedir ajuda de um amigo que era da Alemanha e chamou uma ambulância. “Neste momento eu já não sentia mais o lado esquerdo do corpo”.

Lucas Junqueira e o irmão, Matheus Junqueira, voltaram na quarta-feira (30) para o Brasil
Arquivo pessoal/ Matheus Junqueira
Lucas Junqueira e o irmão, Matheus Junqueira, voltaram na quarta-feira (30) para o Brasil

“Logo que a ambulância chegou, já entendia que não era uma simples queda de pressão, estava consciente o tempo todo. Creio que o mais difícil é que eu sabia que lá não havia sistema como o SUS [Sistema Único de Saúde] e meu seguro era recente e bem básico. Me preocupei com os gastos, para ser sincero”, explicou o estudante.

A família ficou sabendo da internação por meio de uma ligação de uma amiga, que estava no hospital para onde o jovem havia sido levado. No início, os familiares tiveram dificuldades para receber notícias de Lucas , pois o centro médico se recusava a passar informações por telefone.

A irmã mais velha do estudante, a advogada Nayara Assumpção Junqueira, afirmou que a Embaixada do Brasil em Bogotá foi quem passou as primeiras informações e solicitou que algum familiar fosse para o país.

Após uma intensa campanha nas redes sociais, Matheus, o irmão mais novo, conseguiu o dinheiro para comprar as passagens para Bogotá e passou a acompanhar o caso de perto.

Expectativas

Segundo Lucas , o plano para o futuro é continuar estudando. “Pretendo estudar outra língua neste meio tempo e me apresentar para [um curso] em outro país em 2019. Seguirei estudando para terminar meu curso [na USP] também e tentar uma pós em algum lugar”.

Para a Colômbia, o estudante pretende voltar a passeio. “Tenho uma família de consideração. Eu os amo e [tenho] muitos amigos também.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.