Polícia Militar Ambiental realiza Operação Bota Fora contra aterros ilegais

Na tarde dessa quinta-feira (3), aterro ilegal em Embu das Artes foi fechado; no local, seis caminhões e outras duas máquinas foram apreendidas pela PM

A Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo desencadeou no final do último mês de julho, a Operação Bota Fora. A missão era combater os aterros ilegais, onde é feito o descarte de material irregular.

Leia também: Polícia Militar Ambiental faz Operação Lixão Zero para proteger o meio ambiente

Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação
Polícia Militar Ambiental realiza a Operação Bota Fora no Estado de São Paulo

Na tarde dessa quinta-feira (3), a equipe formada pelo Tenente Escobar, Cabo Palese e Cabo Moraes da Polícia Militar Ambiental obteve sucesso em fechar mais um aterro irregular. O local era conhecido e mesmo já possuindo embargo, estava aberto.

"Estamos fazendo essa operação desde julho para fiscalizar aterros, caçambeiros e todo tipo de descarte ilegal que possa existir. A nossa equipe chegou nesse local em Embu e ele já era conhecido nosso. O pessoal estava descartando terra ali para fazer o nivelamento do terreno, mas era ilegal. Existem locais certos para esse tipo de descarte, mas como alí é mais barato os caminhoneiros preferem cometer esse crime contra a natureza", disse o Tenente Sukaitis.

Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação
Dois tratores que estavam no local também foram apreendidos

Leia também: Polícia Militar Ambiental combate descarte irregular de resíduos em SP

De acordo com a Polícia, o local já tinha sido fechado pela Ambiental em uma outra ocasião, mas os donos do espaço continuavam operando sem a licença da CETESB. "O responsável pelo terreno chamou três advogados para tentar se defender, mas não teve jeito. Ele apresentou documentos para garantir que tinha direito de operar, mas fomos analisar e os mesmos estavam indeferidos pela CETESB. Então realizamos a apreensão de seis caminhões e outras duas máquinas que estavam operando na hora", afirmou o Tenente Sukaitis da Polícia Militar Ambiental. 

Leia também:Uma demonstração de honestidade em meio a um país emaranhado na corrupção

O crime de desobediência foi registrado pela Polícia Militar Ambiental no Distrito Policial de Embu das Artes. No local havia nove pessoas, cada uma recebeu uma multa de R$ 10 mil. Todas as máquinas que estavam no terreno foram apreendidas e encaminhadas para o Horto Florestal da capital. Agora, o Ministério Público vai analisar a possibilidade de recuperar o terreno.

Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação
Todos os veículos foram para o Horto Florestal


Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2017-08-04/policia-militar-ambiental.html