A ROTA indica, mais uma vez, o rumo para o tráfico: cadeia!

Em mais uma operação de porte do combate ao narcotráfico, Policiais de ROTA apreendem dezenas de quilos de drogas e prendem dois traficantes
Foto: foto: Major PM Luis Augusto Pacheco Ambar
Policial Militar do Batalhão Tobias de Aguiar, com o respeitado braçal de couro negro e as quatro letras douradas.

“A ROTA não permite que traficantes estabeleçam bases de distribuição de entorpecentes, nós negamos o espaço para os criminosos. Cumprimos esta missão força e com honra”.

Leia também: Um dia na vida de um Policial de ROTA

No começo desta semana o Major PM Cassio, subcomandante da ROTA , me pagou um café no icônico Quartel do Batalhão Tobias de Aguiar, no centro de São Paulo. Foi ele quem me disse a frase acima. Dois dias depois, seus Policiais a colocaram em prática, numa bela operação que resultou na apreensão de dezenas de quilos de entorpecentes e na passagem garantida (apenas de ida) para a cadeia de dois criminosos.

Foto: foto: Major PM Luis Augusto Pacheco Ambar
Patrulha noturna de ROTA deixando seu Quartel


27de julho de 2017: Operação Itapira/Guarujá

Há alguns dias a ROTA recebeu uma denúncia sobre a movimentação de grande quantidade de maconha e cocaína na região de Itapira, a cerca de 180 km de São Paulo. “A nossa Agência de Inteligência conseguiu descobrir que haveria um encontro entre traficantes na Rodoviária de Itapira, para efetuar uma transação de vulto. Fizemos então uma investigação para identificar esses criminosos e tivemos sucesso”, relata o Tenente PM Soares, Comandante do Pelotão de seis viaturas e 23 Policiais de ROTA que se envolveram nesta ocorrência.

Leia também: Curso de Direção Policial: use as técnicas da ROTA para dirigir seu carro

Após desenhar os detalhes táticos desta operação, os Policiais Militares chegaram na área de interesse e se posicionaram em pontos pré-definidos, esperando qualquer tipo de movimentação fora do normal. Às 20 horas a movimentação aconteceu.

“A equipe do Sargento PM Alves identificou um dos suspeitos, vulgo 'Baiano' e efetuou uma rápida abordagem. Ele não ofereceu nenhuma resistência. Na revista foram encontradas duas pequenas porções de droga, uma de cocaína e outra de maconha. Eram apenas amostras”, disse o Tenente.

Esse era o sinal de que o encontro na rodoviária seria apenas para o comprador verificar a qualidade e pureza de um lote muito maior, o verdadeiro alvo da ROTA. Baiano confessou o crime e disse que o comprador iria levar e distribuir a droga para varejistas do Guarujá, cidade do litoral paulista.

Foto: foto: ROTA / Divulgação
Operação Itapira / Guarujá: 80 quilos de maconha e 4 de pasta básica de cocaína estavam escondidos atrás de uma churrasqueira na 'casa-cofre', um local usado pelos traficantes que operam no atacado da droga
Foto: foto: ROTA / Divulgação
Operação Itapira / Guarujá: Dois traficantes presos. A maconha e cocaína apreendidas em Itapira tinham como destino a cidade litorânea do Guarujá

O criminoso levou os Policiais de ROTA ao endereço onde as drogas eram armazenadas. Esse tipo de local é conhecido como “casa cofre”, onde os traficantes de grande porte escondem grandes volumes de entorpecentes para serem distribuidos em pequenos lotes ao varejo do crime local, ou então como um ponto de passagem temporário para ser enviado à outras "casa cofre", como aparentemente foi o caso da apreensão dessa operação, que tinha como destino o Grarujá. 

"Nos fundos da casa havia um esconderijo, atrás de uma churrasqueira. Lá encontramos 80 quilos de maconha e 4 de pasta base de cocaína. Prendemos dois traficantes e os encaminhamos para a Delegacia da cidade”, finaliza o Tenente PM Soares.

Leia também: ROTA: Algumas instituições ainda funcionam no Brasil

No mesmo dia que esses dois traficantes foram presos o ex-presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, foi enjaulado por ser um corrupto, por roubar dinheiro dos impostos que nós pagamos para o governo. Esse é o mesmo Bendine que foi indicado pelo governo Dilma para combater a corrupção na Petrobras.

O que Bendine e Baiano possuem em comum? Os dois são, e sempre serão, criminosos reincidentes da pior espécie, responsáveis por dois dos mais agressivos tipos de câncer que atacam a fibra da nossa sociedade: a corrupção e as drogas. O Major PM Cassio, no começo desta matéria, nos forneceu a fórmula mais eficaz para combater estes dois males: Força e Honra. ROTA!

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2017-07-28/rota.html