Políticos devem seguir exemplo de Doria e se portar como cidadãos comuns

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), teve sua habilitação suspensa no início de 2017 após acumular multas. De acordo com o próprio prefeito, ele ficou impedido de dirigir por ter ultrapassado os 20 pontos na carteira de motorista.

Leia também: Pesquisa Datafolha diz que gestão Doria é aprovada por 77% dos paulistanos

Mas João Doria aproveitou a situação para dar uma demonstração de como os políticos podem ser honestos e fazer o que qualquer cidadão de bem deve fazer em uma ocasião dessas. O prefeito não deu o famoso "jeitinho brasileiro" e está passando por todas as fases protocolares para ter sua carteira de habilitação de volta.

"Pessoal, assim como mais de 422 mil paulistas, tive minha habilitação suspensa no final do ano passado por ter atingido 20 pontos. Ao invés de ficar choramingando ou reclamando, e diferente daqueles que sempre querem algum privilégio, vou cumprir a lei", afirmou o tucano em suas redes socias.

Leia também: Justiça de São Paulo permite que prefeitura aumente a velocidade nas marginais

Prefeito de São Paulo, João Doria dá exemplo para políticos corruptos
Rovena Rosa/Agência Brasil - 1.1.17
Prefeito de São Paulo, João Doria dá exemplo para políticos corruptos

A atitude correta de Doria chega a causar até um certo espanto frente a avalanche de corrupção que somos obrigados a assistir todos os dias. Em meio a malas e mais malas de propinas, uma carteira de habilitação suspensa pode até parecer uma amenidade. Mas são nas pequenas atitutes que confirmamos o bom caráter das pessoas que estão encarregadas de nos representar.

Leia também: ONGs acabam com ação da prefeitura para tentar resolver problema da Cracolândia

"Fiz o que toda pessoa deve fazer, exatamente como todas as demais pessoas, não estou aqui me queixando do prefeito anterior, do excesso de multas. Difícil encontrar alguém que dirigindo automóvel não tenha recebido nenhuma multa, eu não sou diferente, o fato de eu ser prefeito não me coloca isento nem imune a essa situação, também erro e agora vou fazer o exame para resgatar minha carta de habilitação como todas pessoas fazem, não pedi privilégios, não pedi vantagens. Cumpri o que a lei determina", finalizou o prefeito João Doria.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.