Foragido do Centro de Detenção Provisória foi condenado pelos crimes de furto e estupro. A tropa da Cavalaria realizou a abordagem no Parque da Luz

Você já deve ter se perguntado sobre a eficiência e a necessidade de policiais da Cavalaria da PM em pleno século 21 em uma cidade tão grande como São Paulo. Mas é de cima do cavalo que o policial do Batalhão de Choque possui uma presença ostensiva, de comando e controle muito maior do que se estivesse a pé.

Leia também: Se o problema é sério chame a Polícia Militar. Se é impossível chame o GATE

A Cavalaria da PM presta um trabalho ímpar no controle de multidões em grandes eventos e também faz o policiamento diário em áreas com aglomeração de pessoas, como as praças de capital paulista. E foi durante uma operação do dia a dia que os policiais do Batalhão de choque tiraram do convivío da população um foragido da justiça.

 Sargento da Polícia Militar Ronny, cabo Milton e o soldado Alvim realizaram prisão na região do Metrô Armênia
Divulgação/PM
Sargento da Polícia Militar Ronny, cabo Milton e o soldado Alvim realizaram prisão na região do Metrô Armênia

Em patrulhamento pelo Parque da Luz, região central de São Paulo, a equipe comandada pelo sargento Ronny notou um homem em atitude suspeita e realizou a abordagem. Não houve tentativa de fuga, mas durante a consulta criminal feita pelos PMs foi constatado que se tratava de um fugitivo do Centro de Detenção Provisória com pena a ser cumprida até 2032 por crimes de furto e estupro.

"Os policiais estavam em patrulhamento pela região do Parque da Luz e perto do Metrô Armênia suspeitaram de alguns indivíduos. Durante a abordagem, foi constatado que um deles era foragido da justiça. O homem foi preso e encaminhado para o 8º Distrito Policial", afirmou o Tenente Arcos.




Leia também: ROTA - Algumas instituições ainda funcionam no Brasil

Equoterapia: conheça a incrível iniciativa da Cavalaria

Recentemente o iG foi convidado para passar um dia no Regimento da Cavalaria da Polícia Militar de São Paulo, para acompanhar o trabalho da nossa polícia montada e entender sua real importância na manutenção da segurança pública.

Ao chegar no quartel um trabalho tão surpreendente foi apresentado que até mudou o foco da reportagem: a incrível iniciativa social da PM em ter criado, há 24 anos, o programa de equoterapia.

Leia também: Comandos e Operações Especiais - Conheça a tropa de elite da Polícia Militar/SP 

Para operar o programa de equoterapia, a Cavalaria da PM do Batalhão de Choque de São Paulo usa voluntários civis e militares, e parte dos seus 205 cavalos, para atender gratuitamente a população mais carente, oferecendo este serviço para crianças e adultos, que possuam necessidades médicas na recuperação de acidentes e na melhora de condições como o autismo, síndrome de Down e paralisa cerebral.

Clique aqui e leia a matéria da Equoterapia na íntegra e conheça a iniciativa

Programa de equoterapia desenvolvido pelo Regimento de Cavalaria 9 de Julho, Polícia Militar de São Paulo
Major Luis Augusto Pacheco Ambar - Comando de Choque, PMSP
Programa de equoterapia desenvolvido pelo Regimento de Cavalaria 9 de Julho, Polícia Militar de São Paulo


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.