Tamanho do texto

De acordo com o Movimento Social de Lutas, fazenda pertence a laranja de investigado pelo MP por desvio de dinheiro público

Integrantes do Movimento Social de Lutas, uma das organizações de luta por terras no campo
Facebook/Reprodução
Integrantes do Movimento Social de Lutas, uma das organizações de luta por terras no campo

Uma integrante do Movimento Social de Lutas (MSL) foi baleada pela segurança da propriedade durante a ocupação de uma fazenda em Água Limpa, interior de Goiás, na madrugada deste sábado (21).

De acordo com o coordenador nacional do movimento, Hugo Zaidan, a fazenda pertence a Edivan Bataglin, preso por suspeita de ser laranja de Abib Miguel, o '"Bibinho", ex-diretor da Assembleia Legislativa do Paraná e investigado pelo Ministério Público por um esquema de desvio de dinheiro público. Ele foi condenado, mas seus advogados entraram com recursos.

Segundo o líder, durante a ocupação houve reação de pistoleiros contratados para vigiar a fazenda. Veridiana Vieira Barbosa foi atingida por um disparo. A sem-terra foi levada para o hospital de São João da Aliança e, até a tarde deste sábado, não corria risco de morrer.

A Polícia Militar enviou um contingente para a área, mas o atirador ainda não foi identificado. Conforme Zaidan, os integrantes do MSL mantiveram a ocupação da fazenda e o clima se manteve tenso na região.

Além de reivindicar a propriedade para a reforma agrária, o movimento se opõe ao afastamento de Dilma Rousseff (PT) da Presidência da República.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.