Dupla é presa ao tentar aplicar golpe do sequestro em investigador de polícia

Por O Dia |

compartilhe

Tamanho do texto

Vítima era chefe de operações da Divisão Antissequestro do Rio; policial alimentou conversa e marcou local para 'resgate', onde prendeu um homem e uma mulher comparsas no crime

O Dia

Homem de 19 anos e mulher de 32  foram encaminhados à sede da Divisão Antissequestro (DAS)
Reprodução/TV Globo
Homem de 19 anos e mulher de 32 foram encaminhados à sede da Divisão Antissequestro (DAS)


Criminosos que tentaram aplicar o golpe do sequestro se deram mal, nesta terça-feira (23), ao ligarem para o chefe de operações da Divisão Antissequestro (DAS), da Polícia Civil. A dupla, que tinha como líder um homem preso em uma cadeia de Japeri, na Baixada Fluminense, foi presa após o detento ligar e dizer que havia sequestrado o filho do policial, pedindo resgate de R$ 4,3 mil.

Depois de receber a ligação no início da tarde de Maciel Marinho de Queiroz, que estava na Penitenciária Milton Dias Moreira, o agente alimentou a conversa com o 'sequestrador' e marcou um local para pagar o 'resgate' a um de seus comparsas. No Mercado São Sebastião, na Penha, foi preso Luiz Carlos de Teixeira de Souza Junior, de 19 anos.

Com o bandido ainda na linha, ele disse que havia chegado ao local marcado para o pagamento, mas que ninguém havia aparecido. Foi então que o interlocutor deu o endereço de um outro local, em Cordovil, também na zona norte da cidade. Lá, Doralice Souza de Araujo, de 32 anos, também foi presa.

Os dois foram encaminhado à sede da DAS para serem autuados pelo crime. Com a dupla foram apreendidos três celulares e seis chips telefônicos, usados na aplicação dos golpes. O detento também responderá como mentor do crime.

FONTE/ O DIA

Leia tudo sobre: O DIARio de JaneiroSequestro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas