Homem é suspeito de raptar e estuprar menina de cinco anos no Rio Grande do Sul

Por O Dia | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Homem foi flagrado por câmeras de segurança e preso. Delegado suspeita que mulher tenha participação no crime

O Dia

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul investiga o estupro e agressão a uma menina de cinco anos em Capão da Canoa. A criança desapareceu nessa segunda-feira e foi encontrada na terça-feira, vagando sozinha pela rua Mané Leandro. Marco Aurélio Bitencourt, de 41 anos, foi preso pelo crime e de acordo com o delegado Leandro Antunes, em entrevista à "Rádio Gaúcha", nesta quarta-feira (10), uma mulher também estaria envolvida no caso.

Homem levou menina que brincava perto de casa em bicicleta e depois a estuprou
Reprodução TV/ RBS
Homem levou menina que brincava perto de casa em bicicleta e depois a estuprou

O homem foi preso, mas antes tentou fugir pulando um muro e se feriu, segundo policiais. No local foi encontrado um celular contendo vídeos de relações sexuais com menores e fotos pornográficas e o aparelho foi encaminhado para perícia.

A casa de Marco Aurélio para onde ele levou a criança, foi incendiada por populares inconformados com o abuso na madrugada. Pessoas ameaçaram invadir a delegacia de Capão, onde o suspeito prestava depoimento.

De acordo com o delegado, a mulher investigada por participação no crime encontrou o homem dormindo com a criança, retirou a menor do imóvel, a colocou em um carro e em seguida, a abandonou em uma via pública. Ele não forneceu mais informações, pois "falta um detalhe" para saber a relação dela com o suspeito.

O homem foi flagrado por câmeras de segurança colocando a menina na bicicleta que pedalava por volta das 18h desta segunda-feira. A polícia chegou a deter dois homens antes de encontrar o criminoso. Ele já tinha histórico de abusos de crianças. A sobrinha da ex-mulher do homem contou que foi abusada por ele quando tinha 11 anos.

Segundo a mãe da menina, ela brincava perto de casa quando o crime aconteceu. Em depoimento à polícia, a mulher informou que estava em casa e que o pai da criança está hospitalizado. A bicicleta usada por Marco Aurélio foi encontrada próxima à residência da família.

Lembre os crimes bárbaros de 2015

Matusalém Ferreira Júnior é acusado de mandar matar a esposa e os filhos gêmeos. Foto: Reprodução/YoutubePai dos bebês afirmou ter ajudado suposto assassino a marcar encontro com mãe para "dar um susto nela", que exigia pensão para os dois filhos. Foto: Facebook/ReproduçãoMulher e amante encomendaram morte de empresário de SP para ficar com o dinheiro. Segundo as investigações, a vítima teria um seguro de vida de R$ 500 mil
. Foto: ReproduçãoMarido mata a mulher e dorme ao lado do corpo por quatro noites no RS. Homem admitiu crime, mas diz que a morte foi acidental após a mulher cair e bater a cabeça. Foto: ReproduçãoO pintor de paredes Jorge Luiz Morais de Oliveira, 41 anos, confessou ter matado cinco mulheres e um homem desde o início de 2015. Os corpos foram escondidos na casa dele. Foto: Marcos Bezerra/Futura Press - 28.9.15 Tamara Samsonova, de 68 anos, decapitou e desmembrou dez vítimas em São Petersburgo, segundo confissão em um diário
. Foto: ReproduçãoJulio César Arrabal, de 40 anos, teria matado a esposa, levado o corpo para represa de Nazaré Paulista e depois se matado. Foto: ReproduçãoMala onde estava o corpo foi achado às margens da represa Atibainha, em Nazaré Paulista, interior de São Paulo (10.03.15). Foto: Edison Temoteo/Futura PressMichelli Nogueira Arrabal, de 31 anos, era casada. Foto: Facebook/ReproduçãoJovem de 22 anos foi presa acusada de matar o próprio pai na Paraíba. Em vídeo na web, a mulher confessou o crime e contou que, após matar o pai, bebeu seu sangue . Foto: Reprodução   Em junho, universitária de 25 anos e o namorado, 26, foram assaltados, sequestrados e baleados na cabeça em São Paulo. Foto: ReproduçãoEm setembro, um jovem de 15 anos assassinou o pai na frente da família com 18 tiros, no Rio. O suspeito teria tentado se suicidar, mas não tinha mais munição e fugiu. Imagem ilustrativa. Foto: ReproduçãoCom ajuda da irmã que também era sua amante, jovem mata os pais e come corpos. Crime chocou a cidade de Pilar, localizada a de 60 quilômetros de Buenos Aires, Argentina. Foto: Reprodução A Polícia Civil prendeu dois irmãos acusados de terem matado e esquartejado uma jovem de 24 anos na cidade Urubici, na serra de Santa Catarina. Foto: ReproduçãoEm novembro, jovem de 18 anos foi encontrada morta a facadas com diversos ferimentos no rosto e no pescoço, em Santa Catarina. 
. Foto: ReproduçãoCarolina Slachta: depoimento da mulher do assassino levou polícia a encontrar culpado, um vizinho. Foto: Facebook/ReproduçãoEm fevereiro, família foi encontrada morta em Santa Catarina. PM suspeita que pai matou esposa, filha, sogro, sogra e cunhada e depois se matou por não aceitar separação. Foto: ReproduçãoAlcir Pederssetti, de 41 anos, é suspeito de assassinar a esposa, filha, sogro, sogra e cunhada e depois se matar. Foto: Reprodução/Facebook

Após ser encontrada, a criança passou por exames médicos e foi levada pela Polícia Civil para reconhecer possíveis locais por onde teria passado com o sequestrador. Ela confirmou detalhes do local, como a cor das paredes do quarto para onde foi levada.

Em depoimento, Marco Aurélio negou o crime e disse ser doente e ter "problemas com álcool". A investigação está em andamento. O suspeito foi encaminhado para o Presídio de Osório e pode ser condenado pelos crimes de sequestro, agressão e estupro.

Leia tudo sobre: o diasequestrorio grande do sul

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas