Delegado Nico põe ordem na apuração de São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

"A polícia veio para colaborar, não para apanhar", afirmou o delegado Osvaldo Nico Gonçalves após a prisão de um segurança da escola de samba Unidos de Vila Maria

Delegado Osvaldo Nico Gonçalves, explica a ação da polícia na apuração do carnaval de São Paulo
Renato S. Cerqueira/Futura Press
Delegado Osvaldo Nico Gonçalves, explica a ação da polícia na apuração do carnaval de São Paulo

A Polícia Civil precisou intervir na confusão que aconteceu durante apuração dos desfiles das escolas de samba de São Paulo nesta terça-feira (9). Durante o anúncio, dois jurados "esqueceram" de dar notas para a "Império de Casa Verde" e a situação gerou briga e confusão no local da apuração.

O delegado Osvaldo Nico Gonçalves, explicou a ação da polícia, que prendeu um integrante da escola "Unidos de Vila Maria": "A policia veio aqui para colaborar, não para apanhar".

Confusão marca apuração do carnaval de São Paulo
Paulo Lopes/Futura Press
Confusão marca apuração do carnaval de São Paulo

Início da confusão

Durante a leitura do quesito "Evolução", um dos jurados esqueceu de dar nota para a "Império de Casa Verde". Segundo o regulamento, lido por um representante da Liga das Escolas de Samba na ocasião, quando um jurado não dá a nota, a escola recebe a nota mais alta atribuída pelos outros jurados daquele quesito. No caso da "Evolução", foi a nota 10. 

Depois disso, no quesito "Harmonia", outro jurado também deixou de dar uma nota para outra escola. Foi então que o desentendimento começou e a polícia teve de intervir para tentar conter a confusão.

Leia tudo sobre: apuraçãosão paulocarnaval 2016políciadelegado nico

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas