Mulher de 31 anos foi abusada depois de beber com acusados em um bar na Baixada Fluminense

Jornal Meia Hora

Por não querer manter relações sexuais com dois homens, sendo um menor de idade, Soraya Medeiros, de 31 anos, acabou morta, na madrugada dessa quinta-feira (14), no bairro Chaperó, em Itaguaí, na Baixada Fluminense. O corpo da vítima foi encontrado sem roupa, na tarde do mesmo dia, em um matagal, com sinais de violência sexual e agressões físicas.

Na sexta-feira, William Araújo dos Santos, de 26 anos, foi preso, e o adolescente, apreendido pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Mulher de 31 anos foi abusada e esganada depois de beber com acusados em um bar
Reprodução/Facebook
Mulher de 31 anos foi abusada e esganada depois de beber com acusados em um bar

Soraya e os acusados aparecem em um vídeo compartilhado no Facebook, em que estão bebendo cerveja e fumando cigarro em um bar, no Chaperó. A gravação auxiliou o trabalho da Polícia Civil. Através dela, os agentes identificaram cinco homens, que foram conduzidos para DHBF, na madrugada de sexta-feira. Após ouvir o grupo, a polícia descobriu que William e o menor ficaram sozinhos com a vítima.

"Eles ficaram sozinho no bar com a vítima e a todo momento queriam manter relações sexuais com ela, que não cedia.

Após o estabelecimento fechar, os dois levaram Soraya para a casa do adolescente, mas mesmo assim não tiveram relações, o que revoltou William", explicou o delegado Evaristo Pontes.

Os investigadores apreenderam no matagal a roupa e o telefone celular da vítima.

Lembre os crimes que chocaram em 2015


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.