Em menos de 24 horas, 44 bandidos fogem de presídio no Pará

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Fugas ocorreram por meio do mesmo túnel, descoberto por agentes penitenciários na sexta-feira (8); segundo o governo do PA, entre os fugitivos há traficantes, ladrões e homicidas

Em menos de 24 horas, 44 bandidos fugiram do Presídio Estadual Metropolitano III (PEM III), em Marituba, Região Metropolitana de Belém (PA). De acordo com a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), oito deles haviam sido recapturados até o início da noite deste sábado (9).

O Presídio Estadual Metropolitano III, localizado em Marituba, Região Metropolitana de Belém
Reprodução
O Presídio Estadual Metropolitano III, localizado em Marituba, Região Metropolitana de Belém

O caso chama a atenção pela forma como ocorreu, em dois capítulos. Na madrugada de sexta-feira (8), 33 bandidos conseguiram fugir do presídio por meio de um túnel de cerca de 20 metros de extensão, descoberto horas depois por agentes penitenciários. Para evitar novas fugas, a direção da cadeia resolveu isolar o pavilhão por onde os presos saíram e realocá-los em um outro, ao lado.

Mas, apesar da fuga em massa do dia anterior, outros 11 presos conseguiram fugir do presídio, impressionantemente, pelo mesmo túnel, na madrugada deste sábado (9). Segundo a Susipe, eles conseguiram o feito após serrarem a grade que separava os dois pavilhões, chegando ao ponto de partida por onde os colegas de cárcere saíram na sexta-feira.

Leia também:
Presos aproveitam manifestação para tentar fugir de Pedrinhas
Secretário deixa cargo após nova fuga de presos no Maranhão
Penitenciária de Florianópolis tem a maior fuga de Santa Catarina

Sem precisar um número, a Susipe afirmou que agentes penitenciários faziam vígia próximos ao túnel, mas nada puseram fazer contra os fugitivos por estarem desarmados. A secretaria não soube explicar como a viatura da Polícia Militar, que faz rondas em torno do presídio, não estava na parte externa do complexo para evitar novas fugas.

De acordo com a Susipe, ainda está sendo feito o levantamento dos fugitivos para se chegar à exata identificação de cada um deles. A secretaria adianta, no entanto, que entre os bandidos estão traficantes, assaltantes e homicidas.

Mais uma vez, o pavilhão em que foi feito o túnel foi isolado, neste sábado. O diretor da unidade, Carlos Roberto Garcia Brito, acabou afastado de seu cargo. Até segunda-feira (11), a função fica sob responsabilidade do Núcleo de Administração Penitenciária do Pará.

O iG procurou a Polícia Militar e a Secretária de Segurança Pública paraenses, mas não obteve posicionamento a respeito até o início da noite deste sábado. 

Leia tudo sobre: fuga de prisãoparámarituba

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas