Vodkas, champanhes e whisky eram vendidos para bares e restaurantes de bairros nobres de Goiânia

Edson Luiz Olivare, de 67 anos, é apontado como um dos maiores falsificadores de bebidas alcoólicas do Brasil. Ele confessou que é dono de uma fábrica clandestina e afirmou que agia sozinho.

As vodkas, champanhes e whisky eram vendidos para bares e restaurantes de bairros nobres de Goiânia.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.