Três pessoas da mesma família morrem em desabamento de casa em SC

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Idoso de 70 anos e adolescente de 15 conseguem sobreviver apenas com ferimentos superficiais; causas serão apuradas

Casal Adriano Souza, de 41 anos, e Daiane Osório, de 39 anos, morreram no desabamento
Facebook/Reprodução
Casal Adriano Souza, de 41 anos, e Daiane Osório, de 39 anos, morreram no desabamento

Três pessoas da mesma família morreram em desabamento de uma casa, no bairro de Maria do Céu, em Criciúma, Santa Catarina. O desabamento aconteceu por volta das 2h desta quarta-feira (6). Duas pessoas sobreviveram.

Segundo informações da Defesa Civil do município, o casal Adriano de Souza, de 41 anos, e Daiane Osorio, de 39 anos, dormiam no quarto da frente da casa, que desabou. A mãe dele, de 61 anos, e que não teve o nome divulgado, estava em um quarto dos fundos. Os três morreram no local. O pai de Souza, um idoso de 70 anos, e o filho de Daiane, um adolescente de 15 tiveram apenas ferimentos superficiais. 

De acordo com Angela Melo, coordenadora da Defesa Civil, a casa, que era terrea, "colapsou para a parte interna". As causa do acidente serão apurados pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). 

Daiane Osorio dormia em um dos quartos quando a casa desabou. Foto: Facebook/ReproduçãoCasal Adriano Souza, de 41 anos, e Daiane Osório, de 39 anos, morreram no desabamento. Foto: Facebook/ReproduçãoSegundo Defesa Civil, casa colapsou para parte interna. Foto: Divulgação/Defesa CivilSegundo Defesa Civil, casa colapsou para parte interna. Foto: Divulgação/Defesa CivilSegundo Defesa Civil, casa colapsou para parte interna. Foto: Divulgação/Defesa Civil

Ainda de acordo com Angela, o idoso estava em um banheiro nos fundos da casa, enquanto a mulher dele dormia no quarto ao lado. "Ele contou que estava no banheiro no momento em que sentiu o tremor. Ele saiu viu o clarão e a fumaça. Ele abrir a porta do quarto, mas não conseguiu. Foi quando ouviu o neto gritando dentro da casa. Começou a falar para ele se guiar pela sua voz e pela luz. O garoto rastejou por debaixo dos escombros", contou Angela. 


Leia tudo sobre: desabamentocasasanta catarina

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas