MS registra 1º caso de raiva humana em 21 anos; homem foi mordido por cão

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Paciente de 38 anos foi atacado por animal infectado há mais de 40 dias, em Corumbá, cidade que vive um surto de hidrofobia; homem mordido está internado em estado grave

Agência Brasil

O Estado de Mato Grosso do Sul registrou pela primeira vez em 21 anos um caso de raiva humana, também conhecida como hidrofobia. A vítima é um homem de 38 anos que, de acordo com os médicos, foi mordido há mais de 40 dias por um animal infectado, mas só buscou atendimento no último dia 13 de abril. Ele está internado no Hospital Federal de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande. 

Cão em estágio avançado da doença, já quase paralisado, em imagem de 1963
CDC/Barbara Andrews
Cão em estágio avançado da doença, já quase paralisado, em imagem de 1963

O caso ocorreu em Corumbá, no interior sul-mato-grossense. Diagnosticado com a doença, o homem foi transferido para o hospital universitário, no primeiro caso de raiva humana no Estado desde 1994.

Segundo informações do hospital, a equipe aguarda a chegada de medicamentos, que serão enviados de Brasília para a capital na tentativa de reverter o quadro do paciente, que está em coma induzido, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Corumbá vive um surto de raiva animal e a Secretaria de Saúde Municipal intensificou ações de combate à doença, reforçando o alerta à população para não deixar cães soltos pelas ruas da cidade.

Ainda segundo a secretaria, a cidade tem nove casos confirmados de raiva canina e o Centro de Controle de Zoonoses trabalha em regime de plantão para vacinação e captura de animais com alterações neurológicas. Há plantão também de médicos veterinários, de acordo com a pasta.

Leia tudo sobre: raivacorumbáhidrofobia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas