Clínica diz que silicone em ossada é de jovem desaparecida há 12 anos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Marília Débora Caballero desapareceu em 2003, aos 22 anos

A Polícia Civil informou, nesta quinta-feira (9), que as próteses de silicone que estavam com a ossada enterrada em uma fossa de uma madeireira, em Campo Grande, são de Marília Débora Caballero, desaparecida há 12 anos. 

A informação foi confirmada pela clínica Silimed, responsável pelo implante em 2003. 

O delegado do caso alegou que o namorado de Marília, que morava junto com ela é o principal suspeito do crime. A ossada foi encontrada em um fossa na casa do casal. Os ossos que estavam divididos em quatros sacos de ração foram encontrada no dia 28 de março no Bairro Taveirópolis.

 Clínica diz que silicone em ossada é de jovem desaparecida há 12 anos
Polícia Civil MS
Clínica diz que silicone em ossada é de jovem desaparecida há 12 anos


Leia tudo sobre: ossadasiliconedesaparecida12 anos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas