Combate a incêndio em Santos chega ao 3º dia sem previsão para terminar

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Incêndio começou por volta das 10h de quinta-feira; cerca de 80 homens do Corpo de Bombeiros trabalham no local

Chamas em tanques de combustível no Porto de Santos, neste sábado (04): incêndio chega ao 3º dia. Foto: Corpo de Bombeiros/DivulgaçãoBombeiros trabalham no combate ao fogo na madrugada deste sábado (04), no Porto de Santos. Foto: Corpo de Bombeiros/DivulgaçãoIncêndio no Porto de Santos: quatro tanques em chamas são da empresa Ultracargo. Foto: Corpo de Bombeiros/DivulgaçãoEquipes dos Bombeiros seguem trabalhando em incêndio na Alemoa, em Santos. Foto: Corpo de Bombeiros da PMESPEquipes dos Bombeiros seguem trabalhando em incêndio na Alemoa, em Santos. Foto: Corpo de Bombeiros da PMESPEquipes dos Bombeiros seguem trabalhando em incêndio na Alemoa, em Santos. Foto: Corpo de Bombeiros da PMESPEquipes dos Bombeiros seguem trabalhando em incêndio na Alemoa, em Santos. Foto: Corpo de Bombeiros da PMESPEquipes dos Bombeiros seguem trabalhando em incêndio na Alemoa, em Santos. Foto: Corpo de Bombeiros da PMESPEquipes dos Bombeiros seguem trabalhando em incêndio na Alemoa, em Santos. Foto: Corpo de Bombeiros da PMESP

As chamas e a fumaça negra e espessa continuam dominando os céus da cidade de Santos, que vê o incêndio em quatro tanques de combustível da área industrial do bairro de Alemoa chegar a seu terceiro dia, neste sábado (4).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a situação continua exatamente a mesma da sexta-feira (3), quando o cenário de caos, reforçado por séries de explosões, assustava quem passava nas proximidades.

Leia mais:
Incêndio atinge tanques de combustível em área industrial de Santos

O Viaduto do Alemoa, no Km 64 da Anchieta, permanecia fechado na manhã deste sábado. Todos os quatro tanques de combustível da empresa Ultracargo, localizados no Porto de Santos, o maior da América Latina, permaneciam em chamas. Desde sexta-feira, 80 homens do Corpo de Bombeiros trabalham no combate ao fogo, auxiliados por 24 viaturas.

Veja vídeo do incêndio em Santos:

A corporação convocou uma coletiva de imprensa para este sábado com o objetivo de esclarecer a situação, ainda sem previsão para ser controlada. Os trabalhos são realizados ininterruptamente desde a manhã de quinta-feira (02), quando o incêndio começou.

Chamas altas e fumaça preta ainda eram vistas a grande distância do Porto de Santos, no início da tarde desta sexta-feira (03). O Corpo de Bombeiros faz o combate com o uso de um caminhão da Petrobras que consegue aplicar oito mil litros de espuma por segundo.

Leia também:
Incêndio em Santos segue fora de controle

O incêndio teve início às 10h da manhã de quinta-feira (02) e ainda bloqueia um dos acessos ao Porto de Santos. Até o final da manhã deste sábado, a corporação mantinha no local 24 viaturas e 80 homens.

Segundo nota divulgada pela prefeitura de Santos, 34 pessoas chegaram a ser atendidas por plantonistas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O bombeiro Claudio Rodrigues Gonçalves, de 39 anos, precisou ser encaminhado para o Pronto Socorro da Santa Casa devido a uma lesão ocular provocada por uma fagulha. Depois de passar por avaliação oftalmológica ele foi liberado e passa bem.

Leia tudo sobre: igspporto de santosultracargoincêndioalemoa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas