Fraude de contratos de financiamento imobiliário acontecia em agências da Caixa Econômica Federal de SP, RJ e MG

A Polícia Federal faz nesta terça-feira (17) uma ação para prender uma quadrilha que fraudava contratos de financiamento imobiliário em agências da Caixa Econômica Federal de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A PF estima em R$ 100 milhões o valor total das fraudes. 

Segundo a investigação, os membros da organização criminora faziam contratos com documentos falsos e sem as devidas garantias, para isso tinham ajuda de empregados da Caixa Econômica, que facilitavam o recebimento de valores de contratos de até R$ 1 milhão.

A maioria dos imóveis estaria localizada na região dos Lagos (RJ), alguns deles teriam tido sobrevalorização de 1.000% sobre o valor real de mercado. Há casos de contratos de financiamento de imóveis que não existem.

A Operação Dolos encaminhará 34 pessoas para a delegacia, cumprirá 31 mandados de busca e apreensão, além do afastamento de dez empregados públicos. Também serão sequestrados 20 veículos e as contas correntes dos suspeitos serão bloqueadas.

Os investigados serão indiciados por associação criminosa, falsificação de selo ou sinais públicos, falsificação de documentos públicos, estelionato, peculato, corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de capitais.

Conheça algumas operações da Polícia Federal


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.