Um médico foi preso em flagrante na ação, ocorrida na região central de Porto Alegre, na tarde desta quarta-feira (4)

Maca em sala da clínica que a polícia fechou no centro da capital gaúcha, nesta quarta-feira
Polícia Civil/Divulgação
Maca em sala da clínica que a polícia fechou no centro da capital gaúcha, nesta quarta-feira

Em uma ação realizada na região central de Porto Alegre, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul fechou uma clínica de aborto clandestino e prendeu em flagrante um médico que realizava o procedimento em uma paciente, na tarde desta quarta-feira (4).

Leia também:
Médico do SUS acusado de fazer aborto e cobrar por partos é preso
Aborto mata 250 mulheres por ano no Brasil

A corporação divulgou imagens da clínica e afirmou que partes de fetos foram encontrados no local onde ela funcionava. A Polícia, no entanto, não confirmou se a paciente que era submetida ao aborto foi detida.

Somente em 2014, 33 mulheres foram presas pela prática, permitida no Brasil somente para casos específicos, como de estupro. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.