Santa Casa: médicos descartam greve e aceitam prazo para entidade pagar salários

Por Anderson Passos , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Em assembleia realizada nesta sexta-feira, profissionais resolveram esperar até o dia 18 de março

Em assembleia realizada nesta sexta-feira (27), os médicos vinculados à Irmandade Santa Casa de Misericórdia de São Paulo decidiram não entrar em greve e aguardar que a entidade pague os salários de novembro e o 13º em atraso até o dia 18 de março. A entidade apresentou os novos prazos de pagamento dos atrasados em reunião na Delegacia Regional do Trabalho na última quarta-feira (25).

Santa Casa de São Paulo: promessa de quitar salários atrasados no dia 18 de março
Maíra Teixeira/iG

O presidente do Sindicato dos Médicos do Estado de São Paulo (Simesp), Eder Gatti, disse ao iG que a greve foi descartada porque novas variáveis foram apresentadas ao longo dessa semana.

Leia mais: 

Com salários atrasados, médicos da Santa Casa de SP admitem entrar em greve

MP desaconselha que Santa Casa venda hospital; irmandade diz que negócio é boato

"A Santa Casa sinalizou que mesmo que os empréstimos bancários não sejam aprovados até o dia 18 de março, vai usar recursos próprios para quitar os atrasados dos médicos. Outro fato novo é que o governo do Estado e a Santa Casa firmaram um convênio que vai assegurar o atendimento nos ambulatórios e a realização de procedimentos cirúrgicos", destacou.

A Santa Casa confirma que além de um empréstimo de R$ 44 milhões solicitados ainda em dezembro de 2014 junto à Caixa Econômica Federal, a entidade busca financiamento com outras instituições bancárias. Até agora, nenhuma resposta afirmativa aos pedidos de financiamento foi dada.

Também pesou para a decisão dos médicos o fato de que nesta semana a Superintendência da Santa Casa acolheu plano de recuperação da entidade proposto pelo Ministério Público estadual. A proposta inclui mudanças no estatuto, modernização da gestão e transparência das movimentações financeiras da entidade. "Isso demonstra que a entidade está tratando com seriedade a crise financeira", opina Eder Gatti.

Uma próxima audiência na DRT para a quitação de dívidas trabalhistas da Santa Casa com os funcionários está marcada para o dia 19 de março. No dia seguinte, os médicos fazem nova assembleia.

Leia tudo sobre: Santa CasaSanta Casa de SPgreve de médicosgreve

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas