Rodovia Dutra, em SP, é liberada após protesto de caminhoneiros

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Além de São Paulo, outros sete estados tiveram protestos de caminhoneiros nesta sexta-feira. Os manifestantes querem diminuição do preço do diesel e aumento no valor do frete

Pista está bloqueada entre os kms 231 e 228 (27.02.15)
Reprodução
Pista está bloqueada entre os kms 231 e 228 (27.02.15)






A rodovia Dutra, no sentido Rio de Janeiro, foi totalmente liberada às 17h após protesto de caminhoneiros interditar a via por 1h30 na tarde desta sexta-feira (27). 

O protesto no km 228 da principal rota de ligação entre São Paulo e Rio de Janeiro começou por volta das 15h30 com bloqueio total das pistas lateral e expressa. Aos poucos, as pistas foram sendo liberadas, de acordo com a concessionária Nova Dutra, que administra rodovia. 

Leia mais: Governo não esfria ímpeto grevista e vê aliado engrossar coro pró-caminhoneiros

Governo e caminhoneiros chegam a acordo para fim de paralisação

A movimentação causou reflexos na marginal Tietê, que segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego, tinha 15 km no sentido Ayrton Senna - desde a Ponte da Fepasa - e de 6 km no sentido Rodovia Castello Branco, por volta das 17h.

Além de São Paulo, outros sete Estados, como Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso, tiveram protestos de caminhoneiros nesta sexta-feira. 

Os bloqueios ocorrem apesar do acordo entre governo e caminhoneiros anunciado nesta quinta-feira pelo goveno, que promete sancionar a Lei dos Caminhoneiros sem vetos, prorrogar por 12 meses o pagamento de caminhões por meio do Programa Procaminhoneiro e criar, por meio de negociação entre caminhoneiros e empresários, uma tabela referencial de frete.

Os caminhoneiros que não respeitarem o acordos poderão ser multados em até R$ 10 mil por hora. 






Leia tudo sobre: caminhoneirosdutraIGSPprotesto

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas