Grupos continuam interditando diversas estradas federais, apesar do acordo estabelecido entre governo e caminhoneiros

Sob clima de tensão, a polícia recorreu a bombas de gás lacrimogênio para dispersar manifestantes e liberar trecho da BR-101 em Três Cachoeiras, Rio Grande do Sul, nesta sexta-feira (27).

Ontem:  Apesar de multa de R$ 10 mil/hora, caminhoneiros seguem greve em 6 Estados

Leia:  Caminhoneiros pagarão multa de até R$ 10 mil por hora se obstruírem rodovias

Manifestantes continuam interditando diversas estradas federais, apesar do acordo estabelecido entre governo e caminhoneiros na última quarta-feira (25). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que há manifestações em 50 pontos de rodovias federais na Região Sul, onde caminhoneiros continuam a fazer manifestações contrárias ao alto preço do óleo diesel e à falta de um valor mínimo para o frete.

Até as 9h de hoje (27), o estado com maior número de interdições ou bloqueios parciais das vias é Santa Catarina, com 21 pontos nas BRs 101, 116, 158, 163, 262, 280, 282 e 470.

No Rio Grande do Sul, a PRF contabiliza 23 pontos com manifestações, localizados nas BRs 101, 116,153,158, 285, 287, 293, 392, 468 e 472. No Paraná, há seis pontos onde ocorrem manifestações, nas BRs 277, 369, 373 e 476.

*Com Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.