Assim como a assassina confessa dos pais, a sequestradora Sandra Gomes também terá direito de permanecer no Presídio de Tremembé, onde sua única opção é o regime fechado

Suzane Von Richthofen nem bem começou a vida de casada e já pode voltar a ficar solteira na prisão. É que Sandra Regina Ruiz Gomes, mulher da assassina confessa dos pais, ganhou da Justiça o direito de cumprir sua pena de quase 30 anos de cadeia no regime semiaberto, aquele que dá ao encarcerado a oportunidade de trabalhar durante o dia para retornar ao presídio apenas para dormir.

Richtofen ao lado de Sandra Gomes durante entrevista que será exibida na Record nesta quinta
Reprodução
Richtofen ao lado de Sandra Gomes durante entrevista que será exibida na Record nesta quinta

A informação sobre a decisão da 1ª Vara de Execuções Penais de Taubaté, no interior de São Paulo, está disponível no site do Tribunal de Justiça do Estado. Ela é do dia 12 de fevereiro, quando foram recebidos pela Justiça os Autos de Conclusão e expedido o guia de transferência da detenta para outra penitenciária.

Leia também:
Suzane Von Richthofen se casa com sequestradora na prisão
Richthofen diz ter saudade dos pais e afirma que premeditou crime por "liberdade"

Assim como Richthofen, Sandra tem o direito de decidir se acatará a decisão do semiaberto. Suzane teve a mesma opção no final do ano passado , mas optou por não aceitá-la pelo fato de a Penitenciária Feminina de Tremembé não possuir ala para o cumprimento do regime. Ela justificou a decisão por temer por sua segurança em outra cadeia. Por ora, Sandra continua presa no local.

Gomes foi condenada pelo sequestro de uma empresária e chegou a receber direito ao semiaberto em 2010, mas o perdeu após ter agredido um agente penitenciário.

Procurada para comentar o assunto, a Secretaria de Administração Penitenciária paulista não respondeu aos questionamentos do iG até o fechamento desta reportagem.

Relembre como foi o bárbaro crime que acabou com a vida de Manfred e Marísia:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.