Caminhoneiros fazem manifestações em diversas rodovias do País

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Protestos são contra o aumento no preço de combustíveis. Os Estados onde o movimento está mais forte são Paraná e Santa Catarina

Agência Brasil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que, neste momento, há em diversos pontos das rodovias federais manifestações de caminhoneiros contrários ao aumento no preço de combustíveis. Em alguns desses pontos, as rodovias foram bloqueadas. Segundo a PRF, há também caminhoneiros reunidos em dezenas de postos do país, na tentativa de ampliar as manifestações que já ocorrem no Mato Grosso, em Minas Gerais,  no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

Aumento de impostos sobre combustíveis começa a valer domingo

Volta da Cide deve aumentar preço da gasolina em 7%, diz entidade

Os estados onde o movimento está mais forte são no Paraná e em Santa Catarina. Neste primeiro, as manifestações abrangem a BR-369, próximo a Arapongas; a BR-376, em Apucarana; em Pérola d'Oeste; e em dois pontos da BR-163, proximidade com de Santo Antônio do Sudoeste, e com fronteira argentina.

Em Santa Catarina, as manifestações estão acontecendo nas BRs 153, 480, 282, 158. Os caminhoneiros também estão fazendo o protesto em alguns pontos da BR-163 e da BR-116, próximos a Mafra, na divisa com Paraná, e em Papanduva.

No Mato Grosso, há manifestações nas BRs 163 e 070. Em Minas Gerais, os manifestantes estão em três pontos da BR-381, nos municípios de Perdões, Igarapé, e nas proximidades do trevo de Oliveira. Há também manifestações no Rio Grande do Sul, na BR-158, próximo a Seberi; na BR-472, em Boa Vista do Buricá; e na BR-285, próximo a Ijuí.

A PRF alerta que os caminhoneiros têm mudado constantemente os pontos de manifestação, o que pode acabar por surpreender muitos motoristas que estejam circulando por estas ou outras rodovias.

Leia tudo sobre: protestocaminhoneiros

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas