Para arrecadar dinheiro, skatista do Piauí disse que tem leucemia aguda ; polícia afirma que documentos são falsos

Um blog foi criado para ajudar na arrecadação
Reprodução
Um blog foi criado para ajudar na arrecadação

A Policia Civil do Piauí pode indiciar o skatista Zacarias Gondin, de 20 anos, por estelionato e falsificação de documentos. O jovem é acusado de falsificar exames médicos usados uma campanha para tratamento de leucêmia aguda em São Paulo. Um inquérito foi aberto para investigar o caso e Gondin prestou depoimento neste sábado (21). Ele foi liberado em seguida.

A campanha foi lançada no começo do mês na internet. Usando uma máscara hospitalar, o jovem diz, em vídeo publicado em sua página no Facebook que tem leucemia aguda (câncer no sangue) e que sua médica o aconselhou a procurar tratamento em São Paulo, já que no Piauí, "não se faz transplante de medula óssea". A mensagem com o vídeo e o número da conta bancária de Gondin foi compartilhada centenas de vezes e até um blog foi criado para divulgação do pedido.

Veja o vídeo:


Além do vídeo, o jovem chegou a divulgar exames para comprovar a suposta doença. Os documentos estavam assinados por duas médicas, que procuraram a polícia. Uma delas alegou que nunca atendeu Gondim e a outra confirmou à polícia que o atendeu, mas disse que o jovem não tem câncer no sangue.

A polícia diz que dentro da casa do jovem foram encontrados R$ 4.900 e que há mais dinheiro na conta bancária do rapaz. A quantia total arrecada não foi divulgada.

No sábado, ao deixar a delegacia, o jovem, em entrevista à imprensa local, classificou a campanha como "ato de desespero" e disse que devolveria todo o dinheiro arrecadado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.