Na última quarta-feira (11) uma explosão no navio-plataforma deixou cinco trabalhadores mortos; ainda há desaparecidos

Agência Brasil

A BW Offshore, operadora do navio-plataforma Cidade de São Mateus, informou em nota na noite de ontem (14) que cinco das 26 pessoas que receberam atendimento médico em hospitais da Grande Vitória permanecem internadas.  Na última quarta-feira (11) uma explosão no navio-plataforma deixou cinco trabalhadores mortos. 

De acordo com a empresa, oito trabalhadores tiveram alta hospitalar, mas aguardam em um hotel a liberação total já que é necessário constatar a inexistência de problemas respiratórios. Os demais operários foram liberados para retornar para casa. 

O navio-plataforma Cidade de São Mateus está estável e não há registro de entrada de água, segundo a companhia. O processo para instalação de tampas nas caixas de mar, necessário para a retomada de buscas de desaparecidos pelo Corpo de Bombeiros do Espírito Santo, foi iniciado ontem (14). A BW esclareceu que essa é uma atividade lenta e que “necessita ser executada cuidadosamente”.

Entenda: Bombeiros suspendem buscas a desaparecidos em navio-plataforma 

A empresa destacou que o trabalho que envolve a busca das quatro pessoas desaparecidas na plataforma vem sendo efetuado obedecendo a estritas normas de segurança. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.