Explosão em plataforma da Petrobras mata três e deixa dez feridos no ES

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Acidente ocorreu no navio-plataforma FPSO Cidade São Mateus, na região de Aracruz, no norte do Espírito Santo

Uma explosão na plataforma da Petrobras no litoral Norte do Estado do Espírito Santo deixou três mortos e dez feridos nesta quarta-feira (11). De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, até às 17h, dez pacientes haviam sido transferidos para hospitais, sendo duas vítimas de queimaduras graves e oito de trauma. Dos 74 trabalhadores embarcados na hora do acidente, 33 foram resgatados e seis permanecem desaparecidos. 

Leia mais:
Petrobras não divulga nomes das vítimas de explosão no ES
Após acidente em plataforma da Petrobras, ações da estatal fecham em alta

O acidente ocorreu no navio plataforma FPSO Cidade São Mateus, na região de Aracruz, às 12h50.  A Petrobras informou à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) sobre o ocorrido apenas uma hora depois do incidente. O posicionamento à imprensa do órgão regulador veio somente perto das 17h50, cinco horas após a explosão. Segundo a nota, não houve derramamento de óleo, o fogo foi debelado e a plataforma, estabilizada. 

  Ambulâncias aguardam chegada das vítimas transportadas por helicóptero. Foto: Divulgação 
Plataforma da Petrobras explode no ES e deixa mortos e feridos
. Foto: Petrobras/DivulgaçãoAinda não está claro o que provocou a explosão em plataforma da Petrobras no Espírito Santo. Foto: Reprodução/PetrobrasImagens aéreas mostram a plataforma da Petrobras no Espírito Santo. Foto: Reprodução/YoutubeExplosão em plataforma da Petrobras deixou mortos e feridos. Foto: Reprodução/YoutubeExplosão em plataforma da Petrobras. Foto: Reprodução/PetrobrasExplosão em plataforma da Petrobras. Foto: Reprodução/PetrobrasO balão verde mostra no mapa a localização da FPSO Cidade São Mateus, plataforma da Petrobras no litoral do Espírito Santo. Foto: Reprodução/PetrobrasValor de mercado da Petrobras equivale a um terço do registrado há apenas quatro meses. Foto: Reuters Aldemir Bendine assumiu a presidência da Petrobras na última sexta-feira(6). Foto: Valter Campanato/ABr







O aeroporto de Vitória está recebendo os feridos, que estão sendo transportados de helicóptero. A Infraero informou que criou um plano de contingência para facilitar o embarque e desembarque dos helicópteros com vítimas no Aeroporto de Vitória.

O primeiro helicóptero pousou às 15h30. Ainda segundo a assessoria da Infraero, foram solicitadas 14 ambulâncias para transportar os feridos – com queimaduras e fraturas – aos hospitais mais próximos.

As vítimas serão encaminhadas, segundo a Secretaria de Saúde, para os hospitais particulares Vitória Apart Hospital e Jayme Santos Neves.

“As primeiras informações que temos é de que houve vazamento de gás natural na casa de máquina do navio, o que gerou a explosão. Sabemos que não houve mais explosões. Parece que não há vazamento, mas a equipe de contingência já cercou o local com barreiras, um procedimento padrão”, afirmou Paulo Rony Viana, coordenador geral do Sindipetro-ES .

O FPSO Cidade São Mateus é um navio-plataforma que estoca a produção da plataforma pré-sal. Ele foi produzido pela empresa norueguesa BW Offshore, está a serviço da Petrobras desde 2009, a tripulação é contratada pela empresa norueguesa. O contrato entrou em vigor em 2009 e tem duração até 2018.

Segundo informações da BW Offshore, o FPSO Cidade São Mateus tem
capacidade de produção de 25 mil barris de petróleo por dia e 20 milhões de m3 de gás natural. 

O navio atuava nos campos de Camaropim e Camaropim Norte, a cerca de 50 km da costa. 

Incidente em janeiro

Essa é a segunda explosão envolvendo a Petrobras em 2015. Em janeiro, uma explosão na Refinaria Landulpho Alves, no Recôncavo Baiano, deixou três feridos graves. Segundo a petroleira, o acidente ocorreu durante um serviço envolvendo a geração de hidrogênio da refinaria.

Leia tudo sobre: plataforma

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas