Homem é linchado após matar morador em bairro de Cuiabá, MT

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ele chegou na rua onde um grupo estaria reunido e atirou; colegas da vítima o apedrejaram e espancaram até a morte

Após atirar e matar um morador do Bairro Poção em Cuiabá, Mato Grosso, um homem foi espancado e morto por vizinhos que acompanharam o crime na noite de sábado, de acordo com informações do 1º Batalhão da Polícia Militar da cidade.

Dados: SP, RJ e Bahia lideram casos de linchamento em quase 26 anos no Brasil

Veja casos de linchamento pelo mundo

Nigéria: em 2012, estudantes da Universidade de Port Harcourt foram espancados e queimados vivos ao cobrarem dívida. Foto: Reprodução/YoutubeNigéria: investigação mostrou que devedor espalhou boato falso de que o grupo estaria em vilarejo para roubar. Foto: Reprodução/YoutubeFrança: em junho, o romeno Darius foi espancado e deixado em carrinho de mercado após grupo suspeitar que ele estaria roubando. Foto: Reprodução/latestnewslink.comPeru: em 2004, Cirilo Fernando Robles Cayomamani, então prefeito da cidade de  Ilave, foi linchado, acusado de corrupção. Foto: Reprodução/YoutubeGuatemala: segundo escritório de direitos humanos do país, 47 morreram vítimas do crime em 2013 e ao menos 441 foram feridos. Foto: Reprodução/YoutubeGuatemala: 'Pedimos às pessoas não se deixarem levar por rumores', disse Mildred Luna, coordenadora de Comissão jurídica. Foto: Reprodução/YoutubeQuênia: interesse em terrenos na costa do Índico causou o aumento do crime em 2012 por parentes interessados nos patrimônios de idosos. Foto: Reprodução/YoutubeQuênia: idosos entre 70 e 90 anos foram queimados vivos sob acusação de bruxaria, quando na verdade eram vítimas de crime por herança. Foto: Reprodução/YoutubeArgentina: em abril, casos de violência como o linchamento levaram o governador de Buenos Aires a decretar estado de emergência. Foto: Reprodução/YoutubeArgentina: estudo publicado pelo 'Clarín' à época mostou que 8 entre 10 argentinos achavam que a insegurança havia aumentado no país. Foto: Reprodução/YoutubeBolívia: em 2004, Benjamín Altamirano, prefeito de Ayo Ayo, foi linchado com golpes de pau e pedras após ter sido preso a tronco de árvore. Foto: Reprodução/YoutubeBolívia: o povo havia se rebelado contra a autoridade após acusações de o prefeito ter cometido atos de corrupção. Foto: Reprodução/YoutubeEgito: em 2013, linchamento de dois jovens, acusados de tentativa de roubo e sequestro, provocou indignação internacional. Foto: Reprodução/YoutubeEgito: à época, muitos justificaram o ataque dizendo que o linchamento era a única forma de punir criminosos. Foto: Reprodução/YoutubeBrasil: acusada de ter sequestrado criança para rituais de magia negra, Fabiane Maria de Jesus foi linchada no Guarujá em maio. Foto: Reprodução/YoutubeBrasil: para pesquisadora do NEV-USP Ariadne Natal, casos não acontecem aleatoriamente e atingem os mais pobres. Foto: Reprodução/YoutubeHaiti: segundo a ONU, o número de casos aumentou de 90 para 121 entre os anos de 2009 e 2012 em todo o país. Foto: Reprodução/Youtube


Maio: ‘Queria ela aqui’, diz filha de morta por linchamento sobre Dia das Mães

Os policiais afirmam que um grupo de amigos bebia na rua quando o suspeito chegou ao local com um revólver calibre 38. Ele atirou duas vezes contra um dos integrantes desse grupo, que tinha 37 anos.

Quando os vizinhos perceberam que a arma falhara assim que o homem tentou realizar um segundo disparo, iniciaram a agressão à vítima. Ele foi imobilizado, apedrejado e espancado. Outro grupo levou o amigo para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC). A vítima morreu uma hora depois de ser socorrida, enquanto passava por um procedimento cirúrgico.

Os dois corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML). De acordo com a PM, os dois envolvidos já tinham tido uma briga antiga. Ninguém foi preso.

Leia tudo sobre: mato grossocuiabamt

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas