Resultado da Mega-Sena: apostas do DF e do PR dividem prêmio de R$ 8,1 milhões

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Além do prêmio principal, loteria da Caixa Econômica Federal entrega os secundários para quem acertar 4 ou 5 dezenas

Duas apostas acertaram as seis dezenas do Concurso 1.662 da Mega-Sena, cujo sorteio foi realizado na noite desta quarta-feira (17), na Grande São Paulo. Os sortudos são de Brasília (DF) e Guaraniaçu (PR) e dividirão a bolada de R$ 8.154.859,81 – R$ 4.077.429,91.

Os números sorteados no concurso – 10, 14, 25, 29, 33 e 57 – também premiaram milhares de apostadores em todo o Brasil com o acerto de quatro ou cinco dezenas. Na Quina, 160 pessoas levaram premiação de R$ 14.510,72; já na Quadra, 8.641 apostadores conquistaram R$ 383,83.

Quanto aos sortudos do Paraná e do Distrito Federal, caso ele/ela (s) apliquem o montante de mais de R$ 4 milhões em uma caderneta de poupança, poderão ter rendimento de mais de R$ 20 mil por mês. O suficiente para comprarem um carro popular a cada 60 dias (e ainda sobra um troco).

No próximo sábado (20), a Caixa Econômica Federal volta a realizar mais um sorteio da Mega-Sena, o segundo e último da semana. Como nesta quarta-feira o prêmio principal saiu, no concurso do fim de semana a premiação volta à base de R$ 3 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h da data em qualquer uma das 12 mil casas lotéricas do País. O preço mínimo é R$ 2,50.

Relembre crimes relacionados à Mega-Sena:

Adriana Almeida ficou conhecida por viúva da Mega-Sena. Foto: Agência O GloboAdriana Almeida, viúva de Renné Senna, foi inocentada após seis dias de julgamento de repercussão nacional. Foto: Roberto Moreyra / Agência O GloboRenné Sena estava bebendo com amigos em um bar de Rio Bonito quando foi assassinado. Foto: Arte iGDois homens chegaram a bordo de uma moto e dispararam contra o milionário. Foto: Arte iGReconstituição de assassinato de ganhador da Mega-Sena. Segundo denúncia do MP, crime foi encomendado pela mulher da vítima, Adriana Ferreira de Almeida. Foto: Arte iGCasa do ganhador da Mega-Sena que foi assassinado em 2007. Foto: Ricardo Galhardo, iG São PauloMárcio Xavier de Lima, em nome de quem foi aberta conta para receber falso prêmio da Mega-Sena. Ele é suspeito de envolvimento em desvio de R$ 73 milhões  . Foto: ReproduçãoGerente-geral da agência da Caixa em Tocantinópolis, Robson Pereira do Nascimento, foi detido no fim de 2013 sob suspeita de envolvimento no desvio de R$ 73 milhões da Mega-Sena. Foto: ReproduçãoFilho do suplente de deputado Ernesto Vieira Carvalho Neto diz estar  "jogando dinheiro fora". Pai é suspeito de desviar R$ 73 milhões da Caixa. Foto: ReproduçãoO suplente de deputado federal Ernesto Vieira Carvalho Neto (PMDB-MA) foi preso em 19/1/2014 sob suspeita de ser o mentor de fraude contra a Caixa. Foto: Reprodução/TV AnhangueraAvião que, segundo a PF, foi comprado pelo suplente de deputado federal Ernesto Vieira Carvalho Neto (PMDB-MA) com dinheiro de desfalque na Mega-Sena. Foto: Reprodução/TV AnhangueraFilho (à esq.) forja sequestro para embolsar parte de prêmio da Mega-Sena da Virada da mãe com a ajuda de comparsa (à dir.). Foto: DivulgaçãoPoliciais libertam em dezembro de 2013 um ganhador de um dos prêmios da Mega-Sena. Foto: Futura Press


Leia tudo sobre: mega-senacaixa econômica federal

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas