Polícia de SC indicia 80 pessoas por ataques

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Número de ataques no Estado chegou a 113 na madrugada de quarta, quando dois carros e um ônibus foram incendiados

Agência Brasil

A Polícia Civil de Santa Catarina entregou à Justiça, nesta quarta-feira (23), o inquérito de investigação da mais recente série de atentados ocorridos no Estado, iniciados em 26 de setembro. Ao todo, foram indiciadas 80 pessoas, além de 15 a 20 adolescentes envolvidos nos ataques. De acordo com a polícia, todos os indiciados têm passagem por prisões catarinenses ou de outras unidades federativas.

Leia mais:
Santa Catarina tem novos ataques criminosos durante a madrugada

“Todos os mandantes deste inquérito policial foram identificados", disse o delegado Procópio Neto, responsável por presidir o inquérito, ainda não encerrado, em declaração divulgada pela Polícia Civil. “É um trabalho contínuo. Há outras investigações em andamento."

Secom
Homens da Força Nacional chegam ao Estado que vive onda de ataques, no dia 4 de outubro

Na madrugada de quarta-feira (22) houve um novo episódio de ataques no Estado, com dois carros e um ônibus sendo incendiados. Com isso, subiu para 113 o número de ataques ocorridos em Santa Catarina desde o final de setembro. O delegado, no entanto, afirma que houve um enfraquecimento das lideranças criminosas.

Leia também:
Presos sete suspeitos de participação em ataques em Santa Catarina
Força Nacional chega a Santa Catarina, e presos são transferidos após ataques

“Estes indiciamentos e as prisões do inquérito e dos outros feitos durante as outras ondas de ataques geraram uma fragmentação de lideranças. A organização criminosa não é mais coesa como antes, ela recebeu duros golpes, como será mais este”, disse ele.

Caso sejam condenados, os indiciados podem pegar penas que variam entre 10 e 20 anos de prisão.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas