Ibope e Datafolha mostraram a presidente e candidata à reeleição pelo PT abrindo vantagem sobre Aécio Neves

Reuters

Dilma Rousseff (PT) concede entrevista coletiva no Rio de Janeiro
Divulgação/PSDB
Dilma Rousseff (PT) concede entrevista coletiva no Rio de Janeiro

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, disse nesta quinta-feira (23), pouco depois de pesquisas a mostrarem liderando a corrida presidencial fora da margem de erro, que vem observando um movimento de "virada" nas ruas do Brasil.

"Eu acredito que está havendo uma espécie de virada acho que há uma virada visível mas ruas", disse Dilma a jornalistas no Rio de Janeiro ao ser perguntada sobre as pesquisas Ibope e Datafolha que, pela primeira vez desde o início do segundo turno, a colocam à frente do candidato do PSDB, Aécio Neves, fora da margem de erro.

Ibope: Dilma abre 8 pontos de vantagem e vai a 54% contra 46% de Aécio

A presidente citou eventos de campanha em Recife e em Duque de Caxias (RJ) nesta semana como exemplo dessa "virada" que tem detectado nas ruas do país.

A três dias do segundo turno da eleição presidencial, Dilma abriu vantagem sobre Aécio e saiu do empate técnico com o tucano, beneficiada por uma melhora na avaliação de seu governo e por um aumento na rejeição do senador mineiro, mostraram novas pesquisas Datafolha e Ibope divulgadas nesta quinta.

Datafolha: Dilma chega a 53% contra 47% de Aécio



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.