Defesa Civil prorroga por 90 dias estado de calamidade em Rondônia

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

A medida publicada no Diário Oficial da União permite maior celeridade nas ações de socorro e liberação de verbas

Agência Brasil

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil extendeu por mais 90 dias o estado de calamidade pública em Rondônia por persistir a situação de anormalidade provocada pelas inundações do Rio Madeira, que ser prolongaram por meses. A decisão está em portaria publicada na edição de hoje (16) do Diário Oficial da União. O estado de calamidade pública permite maior celeridade nas ações de socorro e liberação de verbas.

Também foi autorizado o empenho e repasse de recursos de Defesa Civil no valor de R$ 601,6 mil para ações de reestabelecimento de recursos essenciais em Porto Velho, capital do estado. O prazo para a execução das obras e serviços é 180 dias.

Nos primeiros meses deste ano a cheia fez com que o Rio Madeira atingisse níveis históricos. Em abril, chegou a 30 mil o número de pessoas afetadas pelas inundações em Rondônia. No final do mesmo mês, o governo federal reconheceu o estado de calamidade pública. A inundação deixou intransitáveis trechos da Rodovia BR-364 que é a única ligação de Guajará-Mirim e Nova Mamoré, cidades rondonienses na fronteira com a Bolívia e o estado do Acre, com o restante do país.

Leia tudo sobre: RondôniaDefesa Civilchuvas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas