Força Nacional chega a Santa Catarina, e presos são transferidos após ataques

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Ataques e onda de violência começaram no dia 26 de setembro

Santa Catarina tenta conter a onda de ataques e violência com ajuda da Força  Nacional. 33 soldados desembarcaram na Base Aérea de Florianópolis na madrugada deste sábado (4). E nesta manhã, Polícia Militar e o Departamento de Administração Prisional (Deap) de Santa Catarina transferiram 21 detentos para penitenciárias de outros estados. As informações são do jornal Zero Hora e da imprensa local. 

Leia mais: Chega a 44 o número de presos por atentados em Santa Catarina

A operação de transferência começou às 6h e os destinos dos presos não foram revelados. O estado vive dias de violência e, de acordo com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), a ordem para os ataques saiu de dentro de unidades prisionais catarinenses. 

Os ataques começara no dia 26 de setembro. O governador em exercício de Santa Catarina, Nelson Schaefer Martins, informou, em entrevista coletiva na sexta-feira, que o estado prendeu 44 pessoas envolvidas com os ataques a ônibus, delegacias, postos de polícia e a residências de policiais. 

Também na sexta-feira, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, se reuniu com Martins e havia confirmado o envio das tropas da Força Nacional de Segurança. Segundo Cardozo, todas as polícias seriam reforçadas. "Vamos entrar no plano de intervenção conjunto com efetivos federais. Haverá um reforço da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. A Força Nacional de Segurança Pública vai auxiliar a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal nas tarefas que forem assumidas pelo Ministério da Justiça neste plano de integração”, disse. 


Leia tudo sobre: força nacionalsanta catarinasegurançaataques

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas