Gato some de voo vindo dos EUA e donos oferecem recompensa de R$ 5 mil

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Casal de biólogos criou página no Facebook para divulgar caso de Louis, que sumiu de avião da empresa American Airlines

Na última sexta-feira (19), o casal de biólogos Alexandre Zuntini e Elaine Françoso teve uma desagradável surpresa ao desembarcar de um voo internacional na Grande São Paulo vindo da cidade de Dallas, nos EUA: o gato de 1 ano que traziam em uma gaiola ao Brasil havia desaparecido. 

Facebook/Reprodução
O gato Louis, que sumiu em voo da american airlines no último dia 19 de setembro

Sem pistas sobre o paradeiro do animal, os dois criaram uma página no Facebook – batizada de "Procurando Louis" – pedindo ajuda aos internautas e às autoridades para encontrá-lo. Com a repercussão do caso, que já gerou 4,4 mil curtidas em apenas dois dias no ar na rede social, mas sem informações a respeito, passaram a oferecer, nesta quarta-feira (24), uma recompensa de R$ 5 mil para quem souber do gato.

A companhia aérea American Airlines, responsável pelo voo, não soube informar ao iG como ocorreu o desaparecimento do bicho, que se encontrava dentro de uma caixa de transportes encontrada vazia quando da aterrissagem do avião. Em nota, a empresa lamentou o ocorrido e afirmou estar "comprometida em resolver o caso o quanto antes".

Facebook/Reprodução
Cartaz com informações para quem achar gato

"O time da American no Aeroporto Internacional de Guarulhos já alertou o centro de comando, a equipe de rampa e o Serviço de Vigilância Agropecuária para auxiliar nas buscas, além de estar colaborando com uma empresa de rastreamento e resgate de animais. Pôsteres com fotos do animal e informações sobre a recompensa foram fixados nos arredores do aeroporto", disse em nota.

O Aeroporto Internacional de Guarulhos, por sua vez, afirmou que a responsabilidade pela carga dos voos é exclusivamente das companhias aéreas, ressaltando, no entanto, também estar comprometida em ajudar na busca pelo animal. 

"O aeroporto não tem como colocar uma equipe inteira para procurar só este gato, mas o controle de fauna já é feito diariamente, até porque entram na pista urubus, pombos, cachorros, capivaras, e esses bichos não podem ficar ali, pois há risco de acidente", afirmou a assessoria de imprensa do grupo que administra o local. 

A assessoria ainda ressaltou ter conseguido autorização para liberar uma área restrita do aeroporto onde fica o pátio e a pista dos aviões, para que os donos tentem encontrar o gato. Câmeras de segurança do aeroporto também serão checadas para averiguar se o animal de fato fugiu por ali ou durante o voo. "Caso o gato seja localizado, a companhia aérea fará a divulgação", resumiu.

Leia tudo sobre: gatolouis

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas