Forças Armadas fazem Exposição da Independência

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Mostra foi montada pela Marinha, Aeronáutica, pelo Exército, Corpo de Bombeiros e pelas polícias Civil, Militar e Rodoviária

Agência Brasil

Em comemoração à Semana da Pátria, as Forças Armadas e auxiliares realizaram neste final de semana a Exposição da Independência, em Brasília. O objetivo é apresentar as viaturas e equipamentos militares utilizados em missões e, assim, atrair as pessoas para que conheçam o trabalho das forças.

A exposição foi montada pela Marinha, Aeronáutica, pelo Exército, Corpo de Bombeiros e pelas polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal. Às 16 horas, a Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais se apresenta no encerramento do evento.

Agência Brasil
Exposição de materiais bélicos, marcam início da Semana da Pátria em Brasília


As crianças são os principais responsáveis pelo sucesso da exposição. Além de poder entrar e conhecer as viaturas por dentro, atividades como desenhos, pinturas e teatro de fantoches, atraíram diversas famílias ao evento.

Para o capitão-tenente fuzileiro naval Alexandre Motta, além do entretenimento para crianças, muitas pessoas têm interesse em saber como ingressar nas forças armadas e outras querem conhecer as atividades e funções de cada grupamento.

No espaço da Marinha, os visitantes podem ver maquetes de navios e aeronaves de guerra. Também estão expostos os veículos blindados que participam de operações de pacificação das favelas do Rio de Janeiro.

A Força Aérea expõe seu helicóptero de salvamento, que foi utilizado em missão de paz no Haiti, e também preparou um espaço para que as crianças se vistam e tirem fotos como pilotos.

Nas tendas do Exército, o público infantil se diverte manuseando equipamentos e interagindo com os cavalos do grupamento. Segundo o capitão Darlan Sena, da Comunicação Social do Exército, um atrativo da exposição é o veículo Astros 2020, um equipamento de guerra. “As pessoas têm curiosidade sobre o poder de fogo do Astros, que pode chegar a 90 quilômetros de alcance, com uma área de ação de 16 quilômetros quadrados de destruição.

Leia tudo sobre: independênciaexposição

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas