PF desarticula quadrilha de tráfico internacional de drogas

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Operação foi realizada no PR, MT, MS, RO e SP e prendeu sete suspeitos. Quadrilha transportava produtos ilegais

Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta terça-feira (12) sete pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha de tráfico internacional de drogas que atuava nas fronteiras do Brasil com o Paraguai e com a Bolívia. A Operação Urutau (espécie de pássaro de hábitos noturnos) foi deflagrada no início da manhã. Aos todo, foram expedidos nove mandados de prisão e 55 de busca e apreensão, sendo 42 para apreensão de veículos da quadrilha, que atuava em cinco estados (PR, MT, MS, RO e SP).

Divulgação/ Polícia Federal
Segundo as investigações, a droga era transportada em fundos falsos de ônibus e caminhões

De acordo com a PF, 60 policiais atuam simultaneamente nos municípios de Umuarama (PR), Amambai e Ponta Porã (MS), São Paulo e Santo André (SP), e Ji-Paraná e Seringueiras (RO). Os presos serão conduzidos para as delegacias da Polícia Federal, onde serão ouvidos e mantidos sob custódia à disposição da Justiça Federal em Umuarama.

Segundo a PF, a droga entrava no país pela fronteira do Brasil com o Paraguai no estado de Mato Grasso do Sul, e com a Bolívia, por Rondônia. Depois era enviada para os estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Iniciada em março, a investigação identificou que um grupo de pessoas residentes na cidade paranaense de Umuarama usava vários ônibus e caminhões para transportar maconha e cocaína em fundos falsos.

A Polícia Federal descobriu que grandes remessas de maconha, enviadas de Mato Grosso do Sul, e de cocaína, provenientes de Rondônia, eram levadas para os estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Além de drogas, a quadrilha de tráfico internacional contrabandeava armas de fogo. Durante as investigações três pessoas foram presas em flagrante, em Umuarama, quando transportavam drogas.

“A exemplo da operação anterior deflagrada pela PF em dezembro de 2013, a cidade de Umuarama, servia como local de residência de membros da quadrilha e ponto de fornecimento de apoio logístico, para a atuação da organização, que recrutava motoristas e batedores para buscar as drogas na fronteira e transportá-la até os estados de São Paulo e Rio de Janeiro”, diz nota da PF.

De acordo com a Polícia Federal no Paraná, nos quatro meses de investigação, outras sete pessoas foram presas em flagrante com grande quantidade de drogas, além de armas e munições em cidades sul-mato-grossense e paulistanas.

Ao todo, durante as investigações, foram apreendidos mais de 3 mil quilos (kg) de maconha, 400 kg de cocaína e 8 kg de haxixe.

Leia tudo sobre: polícia federalquadrilhatráficodrogas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas