Igreja Universal pede que fiéis não usem jeans e invistam em pedrarias, plumas e trançados para garantir "aquele 'glamour touch' à produção" usada no dia da visita religiosa

Inaugurado oficialmente em 31 de julho, o Templo de Salomão ainda cumpre sua agenda de convidados, com visitações restritas. Liberado ao público no próximo dia 22, o acesso será permitido aos fiéis inscritos em caravanas (R$ 40, em média, para moradores da capital paulista), e também a um restrito grupo que se inscreveu gratuitamente em uma das unidades da Igreja Universal do Reino de Deus.

Igreja Universal publica conselhos de moda para fiéis que forem atender a cultos no Templo de Salomão (11.08)
Reprodução/Internet
Igreja Universal publica conselhos de moda para fiéis que forem atender a cultos no Templo de Salomão (11.08)

Mas além da preocupação com a garantia de um lugar nos primeiros cultos abertos sediados na grandiosa estrutura construída no Brás (bairro na zona leste de São Paulo), reside uma prosaica questão: que roupa usar para não errar nem fazer feio durante a visita. Em texto publicado pelo site oficial da Universal, as fiéis recebem dicas fashion para garantir "aquele 'glamour touch' à produção." 

O texto segue o estilo usado em blogs de moda, com fotos de modelos garimpadas da internet e chamadas como "Uma mídi para chamar de sua", "Rendas e transparências", "Calças com shapes inusitados" e "Aposta monocromática", além de um providencial "Qual look NÃO deve passar pela sua mente." O tom se assemelha ao usado em Dos & Don’ts, onde publicações femininas ilustram o que deve ser usado e o que não deve, de acordo com a moda vigente.

Entre as dicas enumeradas pela Universal, algumas ganham destaque. É o caso do apelo para que as fiéis "esqueçam a legging", calça de tecido elástico que se molda ao corpo, e vai além: "faça disso um mantra para sua vida", diz o editorial. Os jeans, por também marcarem as formas, são banidos: "escolha uma opção elegante."

Confira imagens do Templo de Salomão:

A restrição não se estende por todos os modelos de calça: "De preferência os modelos com mais personalidade, como pantalonas em tecidos nobres, flare e palazzo pants. Mas a cropped é uma boa opção. As estampas chamativas, como animal print, devem ficar aposentadas, mas só a modelagem da calça já falará por si só. Além de não marcarem o corpo e serem confortáveis, formam looks incríveis sem o menor esforço. Uma terceira peça, como maxicolete de padronagem risca de giz, por exemplo, é bem-vinda, quando usada da maneira certa. Na dúvida, eleja a camisa mullet. Mais uma vez, a produção pede um sapato marcante."

Supertemplo da Universal escancara fragilidade de paróquia centenária em SP
Templo de Salomão tem 50 apartamentos para corpo eclesiástico

O texto valoriza o uso de acessórios ("A presença deles é essencial."), rendas combinadas a uma segunda peça ("As blusas transparentes, usadas com segunda peça por baixo, também propõem um visual contemporâneo.") e sugere sapatos como scarpins, sandálias pesadas, ankle boots e botas na versão over the knee ("arrematam muito bem o look."). 

Como as bolsas grandes são proibidas no Templo, a Universal recomenda que as fiéis adotem modelos menores, como as clutches.

Cronograma de visitação

A entrada no Templo de Salomão apenas será permitida a quem possuir uma pulseirinha de identificação com a data do culto atendido. 

A orientação é chegar sempre com duas horas de antecedência. Como todos os fiéis têm de passar por um detetor de metais, recomenda-se que os visitantes não levem bolsa e não usem vestimentas feitas com jeans, que costumam ter aviamentos de metal. 

Confira a programação dos primeiros quatro dias:

22 de agosto (sexta-feira): 10 horas e 19 horas (reunião de libertação)

23 (sábado): 10 horas (jejum das causas impossíveis)

24 (domingo): 10 horas e 18 horas (reunião voltada à família e à vida espiritual)

25 (segunda-feira): 15 horas e 22 horas (corrente pela vida financeira, para abrir portas, prosperar crescer no emprego)

Regras do Templo

Publicado há pouco mais de um mês, um vídeo produzido pela Igreja Universal do Reino de Deus ditava a seus fiéis uma série de normas e condutas para a visitação ao Templo de Salomão. Protagonizada pelo bispo Renato Cardoso, genro de Edir Macedo, a peça delimitava como parâmetro uma questão bastante emblemática: “Se você fosse se encontrar com o próprio Deus, na casa dele, como você se vestiria?”


Cardoso seguia o texto da seguinte forma: "Todos são bem-vindos ao templo, mas um vestuário decente é esperado. Pedimos às visitantes que não usem minissaias ou outros tipos de roupas curtas, decotadas ou sensuais. Uniformes de clubes esportivos ou de outras instituições, roupas com mensagens políticas ou comerciais, bermudas, chinelos, camisetas sem mangas, bonés e óculos escuros também não são permitidos. Lembre-se: vista-se como se fosse se encontrar socialmente com uma pessoa muito importante."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.