Greve dos rodoviários chega ao fim na região metropolitana do Recife

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Tribunal Regional do Trabalho determinou aumento de 10% no salário, vale refeição de R$ 300 e reajuste de 6% em auxilíos

Agência Brasil

Depois de julgamento no Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região, rodoviários da região metropolitana do Recife voltaram ao trabalho à meia-noite desta quarta-feira (30). O tribunal determinou o aumento de 10% nos salários dos trabalhadores, que estão em greve desde segunda-feira (28).

Leia mais: Sindicato garante que 75% da frota de ônibus do Recife circula

Rodoviários e empresas não chegam a acordo e greve continua no Recife

Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE), os empregados também receberão aumento no tíquete-refeição, que passará de R$ 171 para R$ 300. Além disso, terão reajuste de 6% no auxílio-funeral, no auxílio-viagem e nas indenizações por morte e nos afastamentos por motivo de doença. Segundo a Urbana-PE, a greve de três dias prejudicou mais de 1 milhão de pessoas por dia.

Os grevistas reivindicavam reajuste salarial de 10% mais aumento do vale-refeição, de R$ 171 para R$ 320, mas os patrões só queriam dar 5% de correção. Atualmente, o valor do salário recebido por motoristas é R$ 1.605 e de cobradores, R$ 783. Com o aumento de 10%, os salários vão para R$ 1.765 e R$ 861,63, respectivamente. Já os fiscais, que recebem R$ 1.037, passam a receber R$ 1.140.

Leia tudo sobre: greveônibusrecifetrabalhadores

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas