Juiz estabelece fiança de R$ 40 mil para conceder liberdade a Rafael Ilha

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Liberdade provisória foi também concedida à mulher do ex-Polegar, que terá de pagar R$ 15 mil para deixar cadeia

O Juiz da 3ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu, Pedro Carvalho Aguirre Flho, decidiu conceder liberdade provisória a Rafael Ilha, ex-integrante do grupo Polegar, preso desde a última segunda-feira (21) no Paraná. Para isso, no entanto, o cantor deverá pagar uma fiança estipulada em R$ 40 mil pelo autor da sentença.

Divulgação
Ex-Polegar foi detido cruzando fronteira entre Paraguai e Brasil com espingarda e munição

Rafael foi detido junto com a mulher, Aline Kezh, por portar uma espingarda calibre 12, munição e uma arma de choque no momento em que voltava do Paraguai à cidade de Foz de Iguaçu pela Ponte da Amizade, que delimita a fronteira entre Brasil e Ciudad Del Este, no país vizinho. A liberdade provisória também foi concedida a ela, mas a fiança estabelecida é menor, de R$ 15 mil.

Segundo José Beraldo, advogado-titular do escritório que atende aos interesses de Rafael, o ex-Polegar e sua mulher devem deixar a prisão nos próximos dias. "Estou recolhendo a fiança e, assim que tiver o valor, eles deixarão de ficar reclusos, responderão a tudo em liberdade", afirmou ele, defendendo seu cliente.

Leia mais:
Ex-Polegar Rafael Ilha é transferido para penitenciária em Foz do Iguaçu

"O juiz federal acatou o pedido que fizemos ao mostrarmos que seu caso não permite prisão cautelar. Mostramos que não houve tráfico internacional de armas, afinal traficante não leva uma só arma. Está claro que a Aline comprou a espingarda para presenteá-lo."

A expectativa é de conseguir a liberdade do casal ainda neste sábado (26). No entanto, como o depósito é muito alto, é possível que eles só deixem a prisão na segunda-feira (28).

Leia tudo sobre: rafael ilhapolegartráfico de armas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas