Após treze dias, greve dos rodoviários termina em Natal

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Seturn garantiu não cobrar pelos 13 dias de paralisação. Reivindicações serão discutidas em reunião na segunda (30)

Os motoristas e cobradores de ônibus de Natal encerraram a paralisação e decidiram voltar a circular nas ruas da capital potiguar nesta quinta-feira (26). De acordo com informações do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Rio Grande do Norte (Sintro-RN), os funcionários se reuníram em assembleia e dicidiram pelo retorno após o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos e Passageiros do Município do Natal (Seturn) garantir que não irá cobrar pelos 13 dias de greve.

Mais: Justiça determina que forças policiais sejam usadas para acabar com greve no RN

Na próxima segunda-feira (30) haverá uma reunião entre representantes do Sintro e do Seturn, onde serão discutidos os benefícios pedidos pela categoria no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). 

Nesta última quarta-feira (25), o TRT decidiu que forças policiais fossem usadas para garantir que os ônibus voltassem a circular na cidade. Também foi estabelecido que os trabalhadores deviam se abster de praticar "quaisquer atos que extrapolem o exercício regular do direito, tais como o fechamento de ruas e avenidas, a depredação de ônibus e garagens, o fechamento dos acessos às garagens das empresas e impedimento ao trabalho dos empregados, dentre outros que inviabilizem a manutenção do serviço público de transporte". A categoria estava de greve desde o dia 12 de junho.


Leia tudo sobre: greveônibusrodoviáriosnatalrio grande do norte

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas