Homem é preso após queimar dois irmãos para saldar dívida de R$ 600 no DF

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Artesão amarrou uma adolescente de 13 anos e um menino de nove em duas camas e colocou fogo nos colchões

A polícia do Distrito Federal prendeu, por volta das 17h desta segunda-feira (12), um artesão de 21 anos, acusado de queimar dois irmãos - um menino de nove anos e uma adolescente de 13 - e a casa onde elas estavam, em Ceilândia, Distrito Federal. Segundo a polícia, Rômulo Sebastião Nascimento de Sousa cometeu o crime para saldar uma dívida de R$ 600. 

Outros crimes:
Barueri: 
Mulher torturada e morta furtou R$ 27 mil ao invés de biscoitos, dizem suspeitos
Araraquara: Homem sofre tentativa de linchamento no interior de São Paulo

Reprodução/TV Globo
Local onde foram encontrados os corpos dos irmão em Ceilândia, no Distrito Federal

Ainda de acordo com a polícia, Sousa confessou que amarrou e prendeu os irmãos (que morreram carbonizados) porque eles teriam tentando impedir que ele roubasse objetos da casa onde moravam.

Em seu depoimento, Sousa confessou o crime. Ele disse que vendeu peças de artesanato ao irmão das vítimas e foi até a casa cobrar dívida. Como o rapaz não estava, ele começado a revirar a casa e disse que levaria um notebook para saldar a dívida.

Os irmãos começaram a gritar para impedir o roubo, mas Sousa amarrou a adolescente com fio de celular em um quarto e o menino com lençol em um outro. Ele usou alcool para colocar fogo nos colchões onde estavam as vítimas e móveis para impedir a abertura das portas. Ele fugiu levando um notebook, um tablet, três celulares e uma máquina fotográfica. 

Ao sair da casa, o acusado ainda encontrou a mãe das vítimas, que o cumprimentou e não obteve resposta. Ao chegar na residência, ela encontrou tudo em chamas, segundo a polícia. 

Sousa foi preso em flagrante horas depois do crime. Ele não tinha antecedentes criminais e vai responder por duplo latrocínio. 

Leia tudo sobre: crimequeimadoscarbonizadosDistrito Federal

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas