Segundo Samu, 150 pessoas receberam atendimento médico. Espaço funciona ao lado da UPA de Ceilândia

Agência Brasil

Pelo menos 150 pessoas receberam atendimento médico após a queda de uma tenta armada ao lado da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Ceilândia, no Distrito Federal.

Vítimas de pequenos ferimentos e crise nervosa, elas foram assistidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os dez casos mais graves foram levados para o Hospital da Ceilândia e para a própria UPA, onde permanecem em observação. Os médicos informaram que três pessoas estão em estado grave.

A tenda desabou após chuva e ventos fortes, por volta das 13h. Foi montada para consultas oftalmológicas e cirurgias de catarata. No momento da queda havia 126 pessoas agendadas para cirurgia e 137 para consulta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.