Cinco pessoas estão internadas após desabamento de torre de moinho em Maceió

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Corpo de Bombeiros estima que uma tonelada de trigo e terra tenha soterrado a avenida Comendador Leão

Agência Brasil

Cinco pessoas estão internadas no Hospital Geral do Estado (HGE) de Alagoas, vítimas do desabamento de parte da estrutura de uma torre do Moinho Motrisa, no bairro do Poço, em Maceió. De acordo com a assessoria de comunicação do hospital, elas passavam perto ao moinho quando foram atingidas pelos escombros.

Torre de moinho desaba em Maceió e deixa pelo menos 20 feridos

O estado de saúde de Jonas Natanael dos Santos Feitosa, de 17 anos, é considerado gravíssimo. O jovem foi encaminhado para a UTI. José Cicero Bernardo da Silva, Ricardo Lima de Souza, José Gomes da Silva e Joseli Gregório de Andrade tiveram escoriações leves e seguem em observação, mas devem ser liberados ainda hoje (7).

Torre de moinho desaba e deixa ao menos 20 feridos em Alagoas. Foto: Itawi Albuquerque/Futura PressTorre de moinho desaba e deixa ao menos 20 feridos em Alagoas. Foto: Itawi Albuquerque/Futura PressTorre de moinho desaba e deixa ao menos 20 feridos em Alagoas. Foto: Itawi Albuquerque/Futura PressTorre de moinho desaba e deixa ao menos 20 feridos em Alagoas. Foto: Itawi Albuquerque/Futura PressTorre de moinho desaba e deixa ao menos 20 feridos em Alagoas. Foto:  Itawi Albuquerque/Futura PressEquipes de resgate buscam vítimas soterradas no local. Foto: Reprodução/TwitterPelo menos 20 pessoas ficaram feridas, de acordo com o Samu. Foto: Reprodução/TwitterVeículos estacionados no local e que trafegavam na via no momento do desabamento também ficaram soterrados. Foto: Reprodução/TwitterMuito trigo está espalhado no local do desabamento. Foto: Reprodução/Twitter

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) enviou médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem ao local, além de 16 ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), duas motos e um helicóptero para ajudar a socorrer outras possíveis vítimas. Equipes da Defesa Civil Municipal, da Polícia Civil, Polícia Militar, Secretaria Municipal de Infraestrutura e Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió estão no local.

O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) informou que acompanhou o resgate feito pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de apenas uma vítima até agora. Buscas continuam sendo feita na área ao redor da torre de alimentos que caiu. Segundo o Corpo de Bombeiros, há risco de novos desabamentos. A corporação estima que cerca de uma tonelada de trigo e terra soterrou a avenida.

Leia tudo sobre: desabamentoMaceiótorremoinho

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas