Deputado Marcelo Freixo nega ligação com autores de ataque a cinegrafista

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Polícia pretende convocar ativista Elisa Quadros, que teria sugerido envolvimento de Freixo com autores do ataque

Em entrevista ao programa "Fantástico", da Rede Globo, o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) negou qualquer ligação com os autores do ataque com rojão a Santiago Andrade, cinegrafista da TV Bandeirantes, na última quinta-feira. Andrade está internado em estado grave no Hospital Souza Aguiar, no centro do Rio de Janeiro.

A suspeita de ligação de Freixo com os autores do ataque foi levantada após um telefonema da ativista Elisa Quadros, conhecida como Sininho, ao estágiário de direito Marcelo Mattoso, que trabalha na defesa de Fábio Raposo, detido por ter passado um rojão ao autor do ataque, ainda não identificado.

Segundo o estagiário, na ligação ocorrida na manhã deste domingo (9), Elisa teria oferecido advogados criminalistas para ajudar Fábio Raposo. O estagiário então teria passado o celular para o advogado do caso, Jonas Tadeu. Segundo o advogado, Elisa teria dito a ele que o autor do ataque ao cinegrafista seria ligado a Marcelo Freixo. 

O episódio foi posto em um termo de declaração e entregue à polícia neste domingo (9). Com esse documento em mãos, a polícia pretende convocar Elisa Quadros para depor na próxima semana.

Freixo nega envolvimento

Na entrevista ao "Fantástico", Marcelo Freixo confirmou que recebeu uma ligação de Elisa. Segundo o deputado, ela pediu que ele acompanhasse a situação de Fábio Raposo para evitar possíveis tentativas de tortura. No entanto, Freixo nega conhecer Raposo ou o autor do ataque ao cinegrafista.

Leia tudo sobre: ataquemarcelo freixo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas